seta

390 postagens no blog

Tem ziquizira no ar!

15/01/2014 06:45

Agora é que o “imbróglio” ficou mais esquisito ainda no que diz respeito a trama sucessória para o governo de Alagoas.

O governador saiu – será que saiu? – da disputa, já fizemos um análise do que pode acontecer e aí começam a surgir especulações de todo o jeito.

Uma delas é a de que o prefeito Ruy Palmeira estaria sendo trabalhado para concorrer.
Mas, concorrer com o que? Ou a que?

Que tipo de trabalho neste primeiro ano como prefeito ele já mostrou para que se credencie a ser o governador do estado?

O povo está ficando cada vez mais inteligente e fica avaliando quem fez e o que fez?

Portanto, meu caro Ruy, ainda que você seja uma pessoa de qualidades e esforçado, não deixe a turma alimentar esse equívoco.

Sua candidatura agora seria como largar uma faculdade de medicina no primeiro ano e já querer partir para praticar cirurgias pelo mundo afora.


Na verdade, são essas ziquiziras dos boateiros de plantão que atrapalham o momento mais importante da cidadania.
 

seta

A balança da política está balançando.

10/01/2014 05:30

E não está nem de perto balanceada.

A confusão ficou estabelecida, principalmente depois que o governador Téo Vilela estratégica ou cinematograficamente renunciou ao seu direito de ser candidato ao Senado Federal por onde já passeou por 20 anos.


Claro que foi bom, muito bom, para o Senador Fernando Collor que, praticamente tem pela frente a vereadora Heloisa Helena que, a meu ver, deixou escapar por entre os dedos o seu foco principal de quando foi eleita senadora pela primeira vez.

Outros candidatos para fazerem frente a Collor estão mais ou menos de prontidão sem receberem a ordem de marcha.

Dentre eles, o nome de Alexandre Toledo pode ser o escolhido do Palácio, se persistir a enorme persistência de Biu Lyra que se diz candidato em campanha para governador.

E aí reside o outro problema: o cargo de governador, principalmente nas oposições ou no chamado “Frentão”.

Renan Calheiros, sem dúvida lidera pesquisas, mas será mesmo o candidato ou tentará emplacar seu filho, o deputado federal Renanzinho?

Afinal, o presidente do Senado está em excelente posição e, quem sabe, sua liderança federal, sustentada por mais dois anos não será o melhor para um futuro que só Deus sabe?

E estamos falando de um dos maiores articuladores políticos do país. De Collor, duvido muito que queira voltar para a terrinha.

E, como Senador, tem prestado reais serviços a Alagoas. Então, restam duas hipóteses: a primeira seria a de colocar Renanzinho com o ex-prefeito Cícero Almeida como vice, o que é aceito.

A segunda, exatamente o contrário com a inversão de posições e Cícero na cabeça de chapa.

Esta é a fórmula que pode reunir capital e interior e ainda apoiar a reeleição de Collor com bastante energia. 

O fato é que o “frentão” tem mais possibilidades de “mexidas” do que o lado do governo.

Mas uma coisa é certa: ninguém absolutamente ninguém poderá afirmar hoje quem será o nosso próximo governador.
 

seta

O primeiro alento de 2014

06/01/2014 04:20

                               
                O primeiro impulso, a primeira vontade neste 2014 é ver a humanidade diferente, mais voltada para os valores morais e familiares do que para os materiais.

É sentir que a chegada do próximo pode ser de uma proximidade amiga, de uma vontade de abraçar e não de atacar.

Cheirar paz e não guerra.

Sentir o ser humano que vem de dentro da alma e que pode espalhar alegria e contagiar com paz e felicidade.

Rejeitar o mal, expulsar de dentro de certas pessoas o hábito da droga, da violência, do ensinar errado ao seu semelhante, principalmente às crianças que já nascem sem a inocência que sempre tiveram.

Voltar ao tempo em que pai e mãe eram sagrados e que ser família era natural.

Acho que podemos voltar no tempo e no espaço.

Acho que com o que resta das gerações passadas e com os que assimilaram o bem nas atuais gerações conseguiremos superar o mal que infesta esses dois últimos séculos para que possamos gritar para a frente e para o alto e em bom som que estamos recuperando o caráter do homem que era o norteador de todo o mundo.

Esse, gente, é o meu primeiro alento de 2014.

Sem pretensões materiais, olhando para os lados e dizendo para mim mesmo:

“Vou acreditar no meu semelhante.

Vou crer no ser humano.”

seta

Pensando 2014.

31/12/2013 08:25

Estou pensando que, quando chegamos à uma faixa de idade alta e nossos desejos continuam sendo os melhores de vida, os transportamos para as pessoas que queremos bem e a elas transmitimos bons fluídos, depositamos esperança e confiança.

É assim que enxergo 2014 para todos vocês.

Sem distinção,

Sem discriminações.

Sem falsos pudores.

2014 haverá de ser para todos nós o tempo dos nossos sonhos.

A nova era de nossos pensamentos.

Aquele que sempre esperamos por toda uma vida. 

Beijo em todos. 

seta

O nosso Natal

24/12/2013 07:51

Quero assistir a um Natal onde as pessoas renasçam em seus corações e vivam dentro da realidade, mas ainda com o direito divino de sonhar.

Nunca se entregar às adversidades, mas fazer delas a motivação para a virada e p,ara a vitória.

Um beijo em cada um que leia essa mensagem.

Muito amor, sobretudo, muito amor.

seta

Primeira Edição © 2011