seta

549 postagens no blog

Benefícios da corrida: redução no stresse, fortalece o coração e muito mais!

13/01/2022 19:07

Descubra os benefícios da corrida!

Algumas pessoas podem começar a correr para participar de competições ou olimpíadas, mas muitas também correm apenas por ser um hobby divertido. Para começar a correr é necessário que você tenha autorização de um médico cardiologista e esteja em dia com os seus exames médicos. 

Muitas pessoas costumam começar a correr não só pelo prazer, mas também por todos os benefícios que essa atividade física pode proporcionar. Começar a correr faz com que você queime calorias, alivie o estresse e até mesmo reduzir os níveis de colesterol.

A corrida possui diversos benefícios porque essa atividade física faz com que o metabolismo seja aumentado, e consequentemente ocorre a melhora da circulação sanguínea, previna a osteoporose e fortaleça o coração. Você pode conferir mais sobre como a corrida age no seu corpo nesse artigo!

Quais são os benefícios da corrida?

Assim como outras atividades físicas, quando praticada com certa frequência, a corrida pode trazer muitos benefícios. Alguns desses benefícios que você pode conferir abaixo podem ser exatamente o que você está buscando para levar uma vida mais saudável.

Alívio de estresse

No dia a dia, tendo que lidar com trabalho, estudo, rotina de casa, dentre tantos outros afazeres, é muito comum acumular uma grande quantidade de estresse. Nesses casos, as pessoas podem ter diferentes formas de liberar toda essa pressão, e uma delas é a atividade física. 

Ao se movimentar e gastar calorias o seu cérebro costuma liberar hormônios de bem-estar, como a dopamina e a endorfina. Por isso, você costuma se sentir melhor e é uma ótima forma de começar ou encerrar o seu dia.

Melhor circulação sanguínea

Outro benefício que vale a pena ser citado é uma melhora significativa na circulação sanguínea. Quando você corre, a frequência cardíaca costuma aumentar e isso faz com que a circulação sanguínea seja trabalhada. Assim, o coração passa a levar o sangue para todo o corpo e o do pulmão, novamente ao coração.

A melhora da circulação sanguínea é benéfica e previne a hipertensão, a diabetes e o infarto, por exemplo.

Desperta a criatividade e produtividade

Para muitas pessoas a corrida é uma forma de despertar a criatividade e a produtividade. Isso porque quando você corre é mais fácil pensar com clareza sobre projetos e decisões ou até mesmo criar coisas com facilidade. 

Quando você corre, hormônios de bem-estar são liberados na sua corrente sanguínea e toxinas são eliminadas. Além disso, a corrida estimula a hidratação que faz com que o cérebro funcione melhor, já que cerca de 80% desse órgão é composto por água.

Reduz o risco de diabete

A diabete é uma doença que é caracterizada principalmente pela resistência à insulina. Quando você pratica a corrida, que é uma atividade de alto impacto, as células do seu corpo captam glicose para gerar energia mesmo sem insulina. 

Ao praticar essa atividade com frequência, o seu corpo reduz o risco de desenvolver diabete. É importante ressaltar que para esse benefício é essencial que a atividade seja praticada com certa regularidade.

Fortalece o coração

Como falamos antes, ao praticar corrida, a frequência cardíaca é aumentada e assim o ritmo e batimentos cardíacos aumentam proporcionalmente. E assim como outros músculos o coração precisa ser trabalhado para se fortalecer. Com o aumento da frequência cardíaca o músculo cardíaco é trabalhado, deixando o coração mais forte. 

Por isso, praticar atividades aeróbicas de alto impacto como a corrida regularmente ajuda a fortalecer o coração, melhorando a frequência cardíaca. A corrida é uma ótima aliada para quem deseja prevenir problemas cardíacos.

Previne a osteoporose

A osteoporose é uma doença onde a massa óssea se torna menor do que o desejável e por consequência os ossos podem se tornar quebradiços e frágeis. A principal causa é a deficiência de cálcio ou absorção desse mineral no organismo.

Ao praticar corrida alguns impactos são causados nas células ósseas e assim, essas células são renovadas e absorvem mais cálcio. Por isso, esse é um exercício fundamental na prevenção da osteoporose.

Reduz a gordura corporal

As atividades aeróbicas no geral ajudam a queimar a gordura corporal e consequentemente a reduzir a massa corporal. Isso acontece porque o exercício físico ajuda a queimar calorias, que quando não são gastas são depositadas em forma de gordura no corpo. 

A corrida é uma das atividades aeróbicas que queimam mais calorias e, uma das melhores quando se trata de reduzir a gordura corporal. Uma pessoa com cerca de 80 kg gasta em torno de 1000 calorias durante 1 hora de corrida.

O que precisa para praticar corrida?

Você viu anteriormente alguns dos benefícios de praticar corridas regularmente. Mas, ao começar a praticar essa atividade é preciso estar bem preparado para evitar lesões e conseguir ter uma boa prática. Logo abaixo você pode conferir uma lista com tudo o que você precisa para praticar corrida. Veja agora! 

Tênis para corrida

Todos os praticantes de esporte devem escolher muito bem o seu equipamento para não correr riscos de lesões. No caso da corrida o seu principal equipamento é o tênis, por isso é essencial que você tenha um dos melhores. 

Um bom tênis para corrida deve ser confortável e ter uma sola plana que te permita ter um contato direto com o solo. Outras dicas são não escolher um modelo muito justo, escolher um que você consiga mover os dedos do pé dentro do tênis e sem cadarços a fim de evitar acidentes. Veja também quais são os 10 melhores tênis para corrida de 2022.

Boné ou viseira

Na hora de correr, principalmente em locais que apresentam altas temperaturas, é importante pensar em algo que proteja o seu rosto do sol. Para isso, você pode utilizar um boné ou viseira e claro, nunca esquecer do filtro solar. 

Para pessoas que têm o cabelo curto ou locais mais frios o boné é uma boa opção. Já em locais mais quentes ou para pessoas com muito cabelo o boné pode esquentar muito e ser incômodo, deixando a viseira como a melhor opção.

Pochete

Quando vamos sair de casa nunca podemos sair exatamente sem nada. Nesse caso, uma pochete é o ideal para levar os documentos necessários, dinheiro, cartão e chave de casa ou carro. Hoje em dia existem diversos modelos que podem ser utilizados na diagonal do tronco, na cintura ou até mesmo abaixo do peito.

Você pode escolher uma cor mais neutra como o preto ou apostar em cores mais vibrantes. Também é possível escolher pochete com só um bolso ou com vários. Sempre dá para você inovar e correr com muito estilo. Não deixe de conferir as 10 melhores pochetes para corrida de 2022 e saiba quais são as opções com o melhor custo benefício.

Fones para corrida

Correr enquanto ouve música é uma ótima forma de se distrair dos pensamentos do dia a dia e relaxar. Você pode criar uma playlist mais agitada para extravasar no fim do dia ou uma playlist mais calma para começar o dia com a endorfina emanando pelo seu corpo. 

Hoje em dia existem diversos modelos de fones de ouvido diferentes para você escolher e levar na sua corrida. Você tem a opção dos fones mais simples que se conectam ao seu celular por meio de um fio e levam o fone até os seus ouvidos também por fios. Nesse modelo existem ainda os auriculares e intra-auriculares. 

Você também tem a opção dos fones de ouvido do tipo supra-auriculares ou circumaurais. Em todos eles existe a opção de fio, conexão via bluetooth ou wifi. Não deixe de conferir os 10 melhores fones de ouvido para corrida de 2022 e escolha o que se adapta melhor ao seu treino.

Garrafa para hidratação

Em toda a atividade física é importante se manter hidratado e para isso é essencial levar uma garrafa de água ou isotônico. Muitas pessoas preferem deixar para comprar água ao final do treino, mas é sempre melhor não arriscar e ter sempre uma garrafa com você.

Afinal, ao ficar desidratado o seu cérebro começa a não funcionar tão bem e pode ocasionar desmaios e acidentes.

Na hora de escolher a sua garrafa de água, opte por modelos leves que possam ser carregados facilmente e que tenham uma boa capacidade. As garrafas que possuem suporte que facilitam de carregar também são boas opções. Caso você more em uma cidade muito quente, cogite comprar uma garrafa térmica para manter sua água sempre fresca.

Comece a correr e aproveite os benefícios!

Para começar a praticar uma nova atividade física é preciso seguir todas as recomendações para que o resultado seja o desejado. A corrida é uma atividade aeróbica de alto impacto que possui muitos benefícios. Alguns dos seus principais benefícios são a redução de gordura corporal, aumenta a criatividade e produtividade e fortalece o coração.

Ao se preparar para começar a correr é necessário possuir um bom tênis para corrida, boné ou viseira, pochete, fones para corrida se desejar e garrafa para hidratação. Na hora de escolher os seus, você pode sempre consultar esse artigo para te ajudar nas melhores escolhas. 

Muitas pessoas começam a correr pensando em todos os benefícios, mas é só uma questão de tempo para se apaixonar por esse esporte. 

seta

Inovação é a palavra de ordem do setor de crédito em 2022

10/01/2022 22:52

As projeções para 2022 são desafiadoras. Ano eleitoral com grande polarização política, economia fraca, desemprego em alta, inflação crescente, taxa básica de juros em 9,25% com viés de alta, situação fiscal preocupante, enfim, o Brasil vai entrar no próximo ano com pontos de interrogação em todas as áreas e o setor de crédito pode ser uma válvula de escape, mas precisa de cautela e tecnologia. Trata-se de uma visão compartilhada pela maioria dos executivos da área e demais especialistas.

Não chega a ser como os anos 1980 e início dos 1990, quando era difícil para uma empresa traçar um plano estratégico de longo prazo. Quanto a empresa vai crescer? Qual o percentual de lucro? E a meta de captação de novos clientes? Com tanta incerteza fica difícil mensurar. Mas dá para prever que não será um ano fácil onde por exemplo o custo de funding ficará mais caro e será uma pressão no custo do crédito.

Estimativas mostram que o Brasil tem mais de 60 milhões de negativados. É um contingente muito grande e, na maioria, trabalhadores de baixa renda. Público historicamente ignorado pelos bancos tradicionais, mas que encontraram nas fintechs a oportunidade de se bancarizar e participar com mais vigor do mercado consumidor. 

O dilema que se arrasta por alguns anos continuará em 2022. Se quase 60% da população economicamente ativa está inadimplente, sobram 40%. Acontece que esse pessoal já é bastante disputado pelas grandes instituições bancárias. E como as fintechs se especializaram em atender as necessidades daqueles nichos desprezados pelo sistema financeiro tradicional, não seria prudente uma guinada no sentido contrário agora. Tentar mudar de público pode ser tão arriscado quanto emprestar dinheiro para negativado. Mas risco é o nome do jogo quando se trata de crédito, então precisamos nos preparar para jogá-lo. 

Cautela e Canja de Galinha não faz mal a ninguém! Todo negócio só se sustenta com a obtenção de bons resultados, de lucro. Mas entre esses milhões de devedores há bons pagadores prejudicados por problemas pontuais. Na pandemia, por exemplo, quantos deixaram de honrar seus compromissos porque ficaram desempregados? E pode ser que um bom percentual desse grupo até esteja se reerguendo, mas para sair do sufoco de vez necessita de mais crédito. Falo de consumidores que têm orgulho em pagar suas contas em dia e quando não conseguem sofrem por isso e se esforçam para encontrar uma solução.

A dificuldade está em separar o joio do trigo, seja crédito para pessoa física ou jurídica. 

A solução para este problema é investir mais e mais em inovação. Diversas fintechs trabalham para aprimorar suas plataformas tecnologicamente, pesquisando, desenvolvendo e implantando softwares mais precisos. Já existem sistemas que conseguem avaliar o tom emocional de uma resposta. 

Também é necessário aprimorar a metodologia para formação de score. O modelo tradicional já não serve mais. Imagine a seguinte situação: um consumidor paga suas contas em dia por 20 anos. De repente, tem um contratempo, fica negativado e passa a ser tratado como um pária pelo setor de concessão de crédito. Com tanta tecnologia disponível, isso não é mais aceitável.

Temos de lembrar que o Open Banking, implantado pelo Banco Central, é uma ferramenta parceira das fintechs (na realidade de todo o sistema) porque possibilita a elas ter acesso a informações históricas de clientes antigos de bancos tradicionais, que permitirem essa pesquisa. Ora, se você tem acesso à história financeira do indivíduo você saberá se ele apenas passa por um problema momentâneo ou se tomar emprestado e não pagar é uma ação costumeira na vida dele.

E com o avanço das plataformas digitais, não podemos esquecer dos sistemas antifraudes. Infelizmente, eles são necessários em qualquer época e, assim como os softwares de análise de crédito, eles estão cada vez mais avançados. Enfim, não há outro caminho que não passe pela inovação. O desafio maior em 2022. Quem não entender perderá diversas oportunidades.

 

 

seta

Hoje, 7 de janeiro, é comemorado o dia do Leitor

07/01/2022 12:09

Em 2021, as vendas de tablets no Brasil atingiram 1,026 milhão de unidades, um aumento de 52,3% em relação ao mesmo período de 2020. Quase 10 milhões de brasileiros já estão matriculadas no ensino via internet. O especialista internacional em educação e tecnologia, Alfredo Freitas, acredita que a leitura e o aprendizado online são irreversíveis.
 

Hoje, 7 de janeiro, comemora-se o dia nacional do leitor no Brasil. Ao que parece há um novo perfil de leitores que cresce no país: os leitores digitais. A pandemia aqueceu a venda de tablets e dispositivos móveis em todo o mundo. Estudo recente mostra alta de mais de 50% na venda de aparelhos no primeiro trimestre deste ano em relação ao mesmo período de 2020.
 

Os efeitos da pandemia também foram sentidos no aumento do número de matrículas para estudo totalmente ou parcialmente online em todo o mundo. Nos EUA, mais de seis milhões de americanos já optam pela forma online de aprender. No Brasil, dados do último Censo do Inep mostram que mais de 9.374.647 estudantes estão matriculados em modalidade de estudo virtual no país.
 

Alfredo Freitas, especialista em educação e tecnologia, diretor da universidade americana Ambra University. (Onevox Press)

“A maneira como as pessoas leem e estudam está mudando rapidamente. Há mais leitores em ambiente digital com tablets e celulares, que leitores de livros físicos impressos. Registramos o maior número de matrículas na modalidade virtual do que nunca. As pessoas estão identificando os benefícios de ler e estudar online. A internet já rompeu com todas as fronteiras para a leitura e educação”, afirma o especialista que é diretor da Universidade americana online Ambra University.

No mercado da educação remota há mais de 15 anos, Freitas pondera que o novo perfil de leitores -- agora no ambiente digital -- é uma realidade irreversível e que instâncias geradoras de conteúdo devem seguir intensificando os investimentos para atender esse público leitor de forma digital. “Não há mais como retomar o modelo totalmente físico para leitura bem como o modelo presencial para o ensino. Agora, mais do que nunca, precisamos olhar para frente”, afirma Alfredo Freitas.
 

No Digital e Online
Estudantes já estão mais conectados que nunca. Dados do Censo de Educação Superior no Brasil, por exemplo, registraram aumento de 16,9% no número de matrícula em cursos à distância no país. O número de novos alunos em cursos superiores à distância aumentou 4,7 vezes, um crescimento de 378,9%.

Alfredo Freitas considera que embora haja um aumento significativo de estudantes em idade universitária que escolhem a educação online, a maioria dos estudantes online já são profissionais de carreira.

“Temos um movimento muito grande entre adultos, já com carreiras consolidadas, em busca de formação complementar de forma remota. Esse fenômeno é um dos fatores que está impulsionando, rapidamente, o cenário de maior leitura no ambiente digital e também de matrículas para cursos remotos”, explica o especialista.

*Alfredo Freitas é pós-graduado em ‘Project Management’ pela Sheridan College no Canadá, graduado em Engenharia de Controle e Automação e Mestre em Ciências, Automação e Sistemas, pela Universidade de Brasília. O renomado profissional tem mais de 15 anos de experiência em Tecnologia e Educação. É atualmente Diretor de Educação e Tecnologia da Ambra University. A Universidade americana é credenciada e tem cursos reconhecidos pelo Florida Department of Education (Departamento de Educação da Flórida) sob o registro CIE-4001. Além disso, a universidade conta com histórico de revalidação de diplomas no Brasil.

Por Ulisses Couto

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

seta

Como o antialérgico funciona?

07/01/2022 10:35

Os antialérgicos têm um papel fundamental no tratamento de alergias, já que são capazes de aliviar os sintomas e melhorar a qualidade de vida das pessoas alérgicas.

Eles também são conhecidos como anti-histamínicos. O nome deriva da histamina, uma substância liberada pelo corpo como uma espécie de resposta aos agentes alérgenos e que acaba provocando os conhecidos sintomas da alergia.

Assim, dentro do organismo, os antialérgicos têm a missão de dificultar a ligação entre a histamina e seus receptores para aliviar as reações alérgicas - que variam a partir da causa e podem incluir espirros, olhos lacrimejantes, coceira, coriza, obstrução nasal e erupções na pele.

Formas de uso

Para garantir a segurança do tratamento, o consumo de antialérgicos sempre deve ser feito sob recomendação e acompanhamento médico principalmente porque todo medicamento pode apresentar efeitos colaterais e contraindicações.

Crianças a partir dos dois anos e adultos podem utilizar o medicamento antes ou após o contato com alérgenos, porém gestantes e mulheres que amamentam, por exemplo, precisam evitá-lo.

A ação do remédio costuma ser rápida. Em geral, ela começa cerca de 30 minutos após a ingestão, enquanto seus efeitos podem durar até 24 horas dependendo das características de cada um.

O médico é o único profissional capaz de definir como e com qual frequência os antialérgicos podem ser tomados com segurança, avaliando se o foco do tratamento deve ser a prevenção ou o alívio dos sintomas. Em alguns casos, pode inclusive ser recomendado o uso contínuo do medicamento.

Efeitos colaterais

O acompanhamento de um especialista ganha ainda mais importância quando se lembra que todos os medicamentos podem apresentar efeitos colaterais. Entre os que os antialérgicos oferecem, estão a dor de cabeça, a boca seca e a perda de apetite.

A sonolência se manifesta apenas quando o tratamento envolve antialérgicos mais antigos, que, ao contrário dos modernos, agem diretamente no sistema nervoso central e prejudicam a realização de diversas tarefas diárias, como idas à escola ou ao trabalho.

Justamente por induzir o sono, as versões mais antigas do remédio podem até causar dependência após um longo período de consumo. As versões modernas não provocam esse efeito indesejável.

Tudo isso reforça a necessidade de consultar um médico diante do aparecimento de reações alérgicas para que possa ser confirmado o diagnóstico e iniciado o tratamento com segurança, visando a melhora na qualidade de vida da pessoa.

 

Escrito por Mayumi Yamasaki

Redação Minha Vida

seta

IPTU e IPVA 2022: parcelar ou pagar à vista?

06/01/2022 23:32

Planejamento financeiro pode proporcionar às pessoas ótimos descontos quando o assunto é Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) e do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU), por mais que os descontos possam ser diferentes de uma cidade para outra, eles sempre interessantes.

Infelizmente a maior parte não utiliza esses descontos, pior, a história se repete com muitas dificuldades financeiras. Mas, não precisa ser assim, é possível pagar esses valores sem dívidas.

O grande erro está em não programar seu pagamento com antecedência, está certo que 2021 foi um ano difícil, mas isso é necessário planejamento para 2022 para que a situação não piore. Como a maioria das pessoas não traçam um planejamento anual, acabam começando um ano novo com dificuldades financeiras, já que no período há também gastos com matrícula e material escolar, entre outros.

Uma dúvida muito comum em relação ao IPTU e ao IPVA é sobre a condição de pagamento: é melhor à vista ou parcelado? Antes de ter essa resposta, é preciso saber em que situação financeira você se encontra: endividado, equilibrado financeiramente ou investidor.

Se for a primeira ou segunda opção, dificilmente conseguirá fazer o pagamento à vista, restando o caminho do parcelamento. Lembrando que se deve evitar ao máximo recorrer a empréstimos, limites do cheque especial ou qualquer outra maneira de crédito do mercado financeiro, pois isso apenas se tornaria uma bola de neve, devido aos juros altíssimos cobrados.

Caso a situação financeira esteja mais confortável, tendo uma reserva financeira, recomendo, sem dúvida nenhuma, que o pagamento seja feito à vista. Cada estado pratica o próprio desconto, mas, em média, o contribuinte obterá 3% de desconto no IPVA e 4% no IPTU. Contudo, existem casos que podem chegar a 10%.

É importante lembrar dos compromissos futuros; muitas pessoas se deixam levar pelo bom desconto e acabam esquecendo que haverá outras contas a serem pagas naquele mesmo mês ou nos próximos. Portanto fique atento: não adianta pagar à vista e conseguir desconto em uma despesa e não ter dinheiro suficiente para quitar as outras.

Isso nos leva a outro importante aspecto da educação financeira: ter uma reserva financeira. Isso evita problemas como esse e nos deixa mais seguros, em caso de imprevistos. Enfim, com planejamento, é possível terminar e começar o ano com segurança de uma vida financeira saudável e muitas realizações.

Reinaldo Domingos - Está à frente do canal Dinheiro à Vista. É PhD em Educação Financeira, presidente da Associação Brasileira de Educadores Financeiros (Abefin) e da DSOP Educação Financeira. Autor de diversos livros sobre o tema, como o best-seller Terapia Financeira.

 

Paulo Fabrício Ucelli
Assessoria de Imprensa DSOP Educação Financeiro

seta

Primeira Edição © 2011