seta

385 postagens no blog

O título de avô é sumamente democrático

31/10/2019 08:58

O título de avô é sumamente democrático. Podem ser avô o ministro, o embaixador, o industrial, o funcionário público, o comerciário, o gari.

Quando o netinho ou a netinha sorri, o avô, seja rei ou súdito, rico ou pobre, brasileiro ou portador de outra nacionalidade, desmancha-se de alegria.

Quando o pequenino faz uma arte criativa, o avô e a avó batem palmas incondicionais.

Dizem que avós deseducam, mas não concordo com esta tese.

Por que uma criança não tem direito de dar mel ao gatinho, jogar pela janela os selos que o avô ciosamente colecionava, tirar do armário a grinalda que lembra à avó o dia do casamento para desfilar garbosamente pela casa com aquela coroa na cabeça?

Encontrar o caminho democrático

Os adultos comuns, adultos ordinários, estabelecem regras autoritárias que os avós, adultos especiais, adultos extraordinários, com muita sabedoria, revogam.

Os avós não são importantes apenas no círculo da família. Exercem também um papel relevante na sociedade. Transmitem às gerações seguintes a experiência que a vida proporcionou.

A experiência não é para ser guardada como bem individual. É patrimônio coletivo, como muito bem colocou o filósofo inglês Alfred Whitehead.

A aposentadoria é um direito assegurado por anos de trabalho, mas não tem de implicar, necessariamente, em encerramento de atividades.

Pode apenas sinalizar redução de compromissos exigentes.

São múltiplas as novas experiências possíveis. Que cada um encontre seu caminho.

Que a sociedade não cometa o desatino de desprezar a sabedoria dos mais velhos.

 

O autor, com 83 anos de experiência de vida, alerta a sociedade a não cometer o desatino de desprezar a sabedoria dos mais velhos 

seta

Política de Drogas

25/10/2019 19:27

Neste 18 de outubro/2019, o Estado de São Paulo ganhou sua primeira lei que formaliza uma política estadual de drogas (Lei nº 17.783).

Deve-se saudar essa iniciativa, pois ela já vem tarde e na cauda da Federação. O tema gera grandes debates e o exame da Lei pode nos ensinar tanto sobre o modo como o legislador paulista vê o problema como sobre aquilo que ele não vê.

Inicialmente, cabe destacar que a Lei é bastante genérica, apresentando, no limite, princípios gerais inespecíficos sobre a política de drogas lícitas e ilícitas. Em si, isso não é algo negativo, mas precisamos atentar aos detalhes. 

A Lei dá especial - e pouco usual, no ambiente cultural brasileiro - destaque à questão da ordem pública nas cenas de uso de drogas ilícitas.

Embora a organização desses espaços seja, por vários motivos, necessária e urgente, atacá-la não pode ser a principal inovação de uma política moderna de drogas.

A principal inovação que se exigiria de uma política moderna é a utilização de princípios cientificamente comprovados como eficazes nas políticas. E a política sabidamente mais eficaz sequer foi mencionada: a regulação ambiental das drogas lícitas, leia-se o álcool.

Enquanto o poder público não atacar a facilidade e irresponsabilidade como as cidades são organizadas para o uso abusivo de álcool, as mudanças de lei serão cosméticas.

Por tudo isso, é bem-vinda uma política de drogas para São Paulo, mas ainda não foi dessa vez que ela ofereceu aquilo de que a população realmente precisa.

Guilherme Peres Messas é psiquiatra e professor da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo, onde coordena a Especialização em Psicopatologia Fenomenológica e em Psicopatologia e Saúde Pública e o CRA (Comitê para Regulação do Álcool). Integra o Comitê Gestor do Collaborating Centre for Values-Based Practice in Health and Social Care, St Catherine´s College, Oxford.

seta

Os benefícios do chá de hibisco para a sua dieta

21/10/2019 15:38

O chá de hibisco é preparado através da flor chamada de Hibiscus Sabdariffa, dificilmente encontra nos jardins e facilmente em lojas artesanais e mercados. 

Por ser um chá bastante conhecido e consumido a muitos anos, é possível que você já conhece os benefícios dessa bebida. 

Em todo caso, existem uma série de vantagens no consumo regular desse chá que podem ser o incentivo que você estava precisando para ingerir. 

Então, que tal conhecer agora?

5 benefícios do chá de hibisco 

Figura 1 Photo by Tirachard Kumtanom from Pexels

- Ajuda a eliminar gordura localizada: 

Um dos principais benefícios do chá de hibisco é seu poder em eliminar gordura localizada.

Em suma, o chá fez parte de diversas pesquisas que comprovaram que a ação da bebida é capaz de estimular a queima dos tecidos adiposos.

Esses tecidos são onde a gordura corporal se concentram com mais facilidade, como abdômen, flancos e costas.

Na prática, o processo é inverso ao chamado de adipogênese.

Em outras palavras, o chá de hibisco faz com que um número menor de gorduras seja acumulado pelo corpo, o que contribui para que os quilinhos extras sejam eliminados mais facilmente.

É importante ressaltar que a perda de peso ou o processo de eliminar gordura localizada não consiste em apenas uma ação, mas em várias que atuam de maneira conjunta.

- Tem poder diurético: 

Um dos resultados esperados após o consumo do chá de hibisco é o aumento na produção de urina.

Isso acontece porque o chá tem ação diurética, ou seja, é capaz de eliminar toxinas presentes no organismo e contribuir para que a retenção de líquidos também seja zerada.

Devido a essa composição de ação, toxinas e retenção de líquidos, os excessos são eliminados diretamente na urina. O que contribui para a limpeza do sistema renal, evitando a sobrecarga no órgão.

Mas calma, tem mais.

A ação diurética também age na perda de peso, já que a redução desses líquidos contribui para a redução de medidas. 

Figura 2 Photo by Alina Vilchenko on Pexels

Ao mesmo tempo, essa ação estimula o funcionamento metabólico, o que também ajuda a eliminar gordura localizada e garante resultados mais rápidos e visíveis.

Vale ressaltar que devido ao efeito diurético, é essencial consumir em torno de dois litros de água ao dia, para evitar a desidratação.

- Auxilia no controle do colesterol e da pressão arterial: 

Algumas pesquisas recentes apontam que o chá de hibisco não é ideal apenas para quem quer perder peso, mas também tem resultados hormonais.

Em outras palavras, a bebida é capaz de auxiliar no controle da pressão arterial bem como do colesterol.

Em relação a pressão arterial, o chá de hibisco ajuda a baixar a pressão devido aos chamados flavonoides, que são capazes de reduzir uma enzina responsável por aumentar a pressão.

Com isso, a combinação da ação dessa enzina somado ao efeito diurético, contribui para o controle da pressão arterial.

Já no quesito colesterol, o chá é capaz de atuar no controle entre o LDL, colesterol ruim, e o HDL, que é o bom.

Devido a esse controle, reduz o LDL e aumenta o HDL algum tempo após o início do consumo regular.

- Fornece diversas propriedades essenciais: 

Entre as temáticas de benefícios poucos citados do chá de hibisco estão as propriedades que a bebida oferece.

Sendo assim, o consumo regular garante boas doses de minerais, vitaminas e ácidos orgânicos, que auxiliam no fortalecimento do sistema imunológico e influencia a saúde dos tecidos.

O que isso significa?

Figura 3 Photo by Jéshoots on Pexels

Os resultados da ingestão do chá podem incluir pele mais macia e hidratada, evita o envelhecimento precoce e mantém o seu corpo mais protegido, reduzindo alergias, gripes e até viroses. 

- Auxilia no funcionamento intestinal: 

Poucas pessoas sabem, mas uma das propriedades do chá de hibisco envolve ser levemente laxante.

Isso acontece porque os compostos da bebida são capazes de melhorar o fluxo intestinal e facilitar o processo digestivo.

Como resultado, você pode evitar a prisão de vente, inchaço abdominal, excesso de gases e desconfortos.

Para garantir esses resultados, a dica é consumir o chá de hibisco logo pela manhã e, preferencialmente, em jejum.

O chá de hibisco possui outros benefícios, como:

  • Evita a sobrecarga no fígado; 

  • Reduz cólicas menstruais; 

  • Acalma o sistema nervoso; 

  • Reduz o desejo por doces; 

  • Facilita o controle dos níveis de glicose. 

O chá de hibisco funciona sozinho? 

Aqui entra uma questão complicada, afinal, o chá de hibisco possui sim diversos benefícios, mas não significa que pode resolver todos os problemas sozinho.

Se você come muitos doces e gorduras, por exemplo, não será o chá que vai te auxiliar na perda de peso ou mesmo a eliminar gordura localizada.

Portanto, os resultados dependem de uma série de fatores, mesmo que alguns sejam mais facilmente alcançados, como a melhora no fluxo intestinal.

Segundo médicos e especialistas, o ideal é consumir o chá de hibisco todos os dias, uma xícara ao dia, e investir em uma mudança de hábitos alimentares. 

Figura 4 Photo by Terje Sollie from Pexels

Além do mais existem algumas contraindicações e cuidados.

De início, o chá não é recomendado para gestantes e pacientes que já sofrem com a pressão excessivamente baixa.

Do mesmo modo, é preciso evitar o consumo em excesso, já que pode causar desidratação, cansaço, alterações hormonais e outros problemas.

Pacientes que estejam passando por processo de reposição hormonal ou faça uso de outros medicamentos, devem consultar um médico antes de iniciar o consumo de chá.

Afinal, a bebida pode bloquear o efeito da medicação.

Caso você perceba qualquer tipo de sintoma, como fraqueza, sede excessiva e tonturas, é preciso parar o consumo de chá imediatamente e procurar uma equipe médica.

Um número restrito de pessoas relatou intoxicação por chá de hibisco devido ao consumo exacerbado, o que resultou em oscilação na pressão, desmaios e sensação de alucinação.

Conclusão 

O chá de hibisco garante diversos resultados positivos que vão além de eliminar a gordura localizada e auxilia na perda de peso, ainda que esse seja o principal foco de quem consome.

Então, fique atento ao consumo controlado e garanta todas essas vantagens no seu dia-a-dia, para se sentir bem, leve e mais feliz.

seta

Planejar-se com antecedência é a chave para economizar neste Natal

21/10/2019 08:54

Não é segredo que, durante as festas, as pessoas tendem a gastar mais. Segundo pesquisa realizada pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas, o brasileiro gastou, em média, R$116 com presentes de Natal em 2018. No contexto atual de recessão econômica, monitorar os gastos de Natal e definir um orçamento é primordial para não ter surpresas desagradáveis.

Para isso, é importante planejar e orçar cuidadosamente os presentes, para que você não gaste demais e acabe carregando o cartão de crédito. Alguns conselhos são úteis na hora de economizar nas festas.

Faça um orçamento de presentes de Natal

Uma das coisas mais importantes que você pode fazer para economizar dinheiro em presentes de Natal é manter um orçamento que defina quanto você gastará com cada presente. Mantenha-se dentro desse valor.

A ideia de ter um orçamento natalino pode não parecer muito divertida, mas é possível encará-lo como um desafio criativo. Muitas vezes, presentes cuidadosamente pensados ​​(pense em presentes caseiros) são muito mais significativos do que os mais caros. Essas estratégias de economia de Natal podem ajudá-lo a manter seu orçamento:

  • Considere as expectativas estabelecidas pelos membros da família e sua situação ao fazer seu orçamento. Famílias numerosas requerem presentes mais simples.
  • Se planeje para começar a comprar mais cedo. Se você puder comprar itens ao longo do ano, isso pode tornar a temporada de compras de presentes menos estressante.
  • Reservar uma quantia todos os meses para os presentes de Natal também pode facilitar no orçamento.

Planeje seus presentes de Natal com antecedência

Outro aspecto importante da economia nesta temporada é planejar com antecedência as compras de presentes de Natal. Você pode começar a procurar presentes de Natal a qualquer momento do ano, mas os grandes fins de semana de vendas, como a Black Friday e a Cyber ​​Monday são ótimos lugares para começar.

Compre um ou dois presentes de Natal extras

Durante as festas de fim de ano, é comum participar de festas ou encontros de última hora, ou festas de trabalho. Muitas vezes, você precisará trazer um pequeno presente para esses eventos e esses itens extras podem acabar pesando no seu orçamento.

Se prepare para isso comprando um ou dois presentes genéricos que você pode oferecer em troca quando receber um presente inesperado. Um vale-presente é uma ótima solução, mas você também pode considerar uma boa garrafa de vinho ou qualquer outro presente para a casa.

Incentive trocas de presentes de Natal

Outra maneira fácil de economizar em presentes de Natal é fazer um amigo secreto familiar. Dessa forma, você terá que comprar apenas um presente e isso ajudará a economizar, além de permitir que as pessoas comprem um presente melhor, em vez de vários presentes menos significativos. Outra boa ideia é juntar-se a irmãos ou primos para presentear mães e avós com presentes mais marcantes, como um faqueiro de prata ou uma joia. Assim, todos acabam gastando menos e a pessoa presenteada acaba com um presente mais útil e de melhor qualidade.

seta

Cachorros são bons companheiros para praticar corrida

18/10/2019 15:05

Correr traz diversos benefícios para o ser humano, e quando a atividade física é feita ao lado do seu melhor “AUmigo”? O médico veterinário das rações premium especial Max, Marcello Machado, afirma que tutores que correm com cachorro, também ajudam o animal no combate à obesidade, redução do estresse, aumento da resistência respiratória e o fortalecimento da musculatura. Além dos benefícios para a saúde, a corrida estimula o cão a explorar novos lugares, cheiros e melhora o relacionamento com o tutor.

            De acordo com o médico veterinário, a prática de exercícios físicos faz parte da fisiologia e comportamento natural do pet, mas alguns cuidados devem ser tomados. O treino (distância e intensidade) deve ser gradual, iniciando bem baixo e aumentar aos poucos. “O cão precisa de descanso para se recuperar do esforço e não é recomendado treinar todos os dias. O cachorro pode correr de duas até três vezes por semana, mas essa quantidade varia e antes de começar os treinos, consulte um veterinário de confiança para saber se o pet está liberado para fazer atividades físicas e quais são seus limites.”, alerta Machado.

            É importante ficar atento à disposição do seu cachorro antes de fazer exercícios. Se ele parecer desanimado, deixe-o descansando. Quando for realizar a atividade, o tutor deve se atentar em algumas dicas para não prejudicar, conforme orientações do médico veterinário:

  • Leve uma garrafinha de água e/ou uma tigela para colocar água e hidratar seu cão antes, durante e após os treinos;
  • Evite fazer os treinos nos horários mais quentes do dia (entre 10h e 16h) e após as refeições do seu animal. Além do calor que pode machucar a pata do cão, ele pode sentir desconforto, fadiga e ter vômitos;
  • Monitore seu cão durante o exercício. Se ele ficar ofegante ou deitar bruscamente no chão, pare e ofereça água. Não ultrapasse os limites do seu pet e retorne caminhando para sua residência ou carregue o animal no colo;

·       Fique atento às características do seu cachorro: peito grande, pernas longas, corpo esguio e aerodinâmico, como cães das raças Border Collie, Galgo, Pastores e Saluki. Se um “vira-lata” possuir essas características descritas, ele pode ser também um bom corredor. Mas, não são todas as raças de cães que têm perfil de corredor. Cachorros com focinho achatado possuem características genéticas que atrapalham na hora da atividade física.

seta

Primeira Edição © 2011