seta

281 postagens no blog

A GUERRA IDIOTA DOS SEM TERRA.

19/08/2012 16:05


Querem ganhar na força, na raça, na pseudo valentia.

Sempre foram além das medidas aceitáveis e, de uns anos para cá passaram a serem protegidos debaixo de mantos políticos nem sempre mostrados de peito aberto.

Estava na cara que, um dia, eles iriam começar a colocar todos as suas unhas de fora, fosse onde fosse, estivessem onde estivessem.

Na última sexta, começaram.

E escolheram um dia festivo, de inauguração, com presença ilustre da presidente da república para darem demonstração de suas insatisfações.

Só que da maneira mais degradante usando o estilo da força, da arrogância, da falta de humildade.

Se estavam com a razão ou não, a história haverá de relatar.

Mas, do jeito que estão fazendo, demonstram a cada ato, sua inconsistência de idéias e a consistência da brutalidade, da violência, da política má orientada, das lideranças equivocadas.

Sempre defendi e defendo uma reforma agrária precedida de uma revolução agrícola de métodos e sistemas.

Não adianta o governo entregar terras ditas produtivas para quem não sabe produzir.

Não adianta querer fortalecer uma reforma sem planejamento, sem ferramentas, sem capacitação e qualificação no campo.

E, hoje, passados todos esses anos, já pouco adianta dizer a esses “sem terra” que querer ocupar cidades, prédios públicos e ainda atacar autoridades e cidadãos, nada disto fará de seu movimento uma manobra vencedora.

Portanto, exijam sim, os seus direitos.

Mas sem se darem ao direito de perdê-los.
 

seta

MAIS UMA TRAQUINAGEM DA TIM

11/08/2012 14:16


Não é que de repente, não mais que de repente, vejo que um dos meus celulares, esse da TIM e pré-pago, começa a perder créditos sem que nem pra que!

Aí, também de repente começo a receber mensagens de um tal de mobilehotdog.com agradecendo por eu utilizar os seus serviços e me descontando de meus créditos a quantia de R$4,99.

E isso foi feito por tantas vezes seguidas quantas correspondessem ao crédito que eu possuía.

Procurei saber do que se tratava e vi na internet algumas narrativas de clientes vítimas do mesmo golpe.

É bom observar que quem retira os créditos é a TIM e é dela que eu os quero de volta.

Liguei para a TIM a fim de fazer a reclamação e depois de um sem número de teclas apertadas e mensagens chatas, aliás muito tempo depois, sou ouvido por uma atendente que toma meus dados, diz que vou receber um número de protocolo – a tal mobile também mandou protocolos - e acaba por me informar que não pode fazer o cancelamento porque o serviço estava inabilitado naquele momento.

E aí solicita-me que volte a ligar, com toda aquele trabalhão anterior, até que eles possam fazer o cancelamento.

Enquanto isto, lá se vão meus créditos.

Sinceramente, acho que isto já não é mais caso de CPI, mas de polícia.

Uma verdadeira apropriação indébita para não dizer roubo.

Se do tal site ou se da TIM, o problema não é meu e vou fundo no assunto.
 

seta

Preso não é mercadoria podre.

04/08/2012 15:28

Pois é, gente. Os presos, de um modo geral, são tratados como mercadoria velha, usada, sem jeito de voltar a ser utilizada no futuro.

Por isso, os depósitos de presos, principalmente nas cadeias, verdadeiros campos de concentração, só faltando a câmara de gás para eliminá-los definitivamente da sociedade.

Não estou aqui para defender criminosos, até porque acho que devem pagar, e muito bem, pelos crimes cometidos.

Só que, o sistema que os coloca em lugares e em situações inadequadas já começa a pensar que é muito melhor tentar reintegra-los e ressocializá-los para que não voltem à vida livre mais bem formados para o mundo do crime.

Tudo isto, para dizer que tive a oportunidade de conhecer o Núcleo de Ressocialização da Capital, pertencente ao Sistema Penitenciário e que, com 97 reeducandos, começa a mostrar um trabalho educativo, incluindo a laborterapia, de primeira qualidade.

Fiz lá um programa de TV entre autoridades, reeducandos e reeducandas e realmente sentí que é o caminho.

Um caminho absolutamente do bem que oportuniza os sentenciados a encontrarem um mundo do amanhã bem melhor e mais proveitoso.

Inibir a liberdade é perfeito, mas desde que a prisão seja reformadora e não formadora de assassinos, traficantes, estupradores e todas as demais matérias que são ensinadas nas “faculdades do crime” que são os presídios comuns.

Portanto, vivas ao Núcleo que, realmente está fazendo a diferença.
 

seta

SAI DE BAIXO, RONALDO LESSA.!

31/07/2012 15:06

Até parece que o homem é um bicho papão.

Eu até acho que é. Quando começar a comer todos os votos por aí a fora.

Mas a turma do “te manda Ronaldo” não dá sossego e até um simples atraso no pagamento de uma multa e por conta de quem a emitiu provoca uma revolução, todo mundo achando que o homem ficou inelegível.

Não é nada disso, não tem nada a ver com “ficha limpa” e a tentativa de desmoralizar o candidato do PDT e de mais 11 partidos não vai dar em nada, é claro!

Até porque, o próprio juiz cumpriu o seu papel para que o candidato possa, através de recurso, explicar o que aconteceu e a insignificância do fato, cujo móvel já está até pago.

Deixem a campanha correr e que ganhe o melhor de voto.

Lessa não é bicho-papão.

Lessa é papa-voto!
 

seta

DA MISSÃO E EMOÇÃO DE SER BISAVÔ

28/07/2012 06:24

Estou aí, ativo, nos meus 74 anos, vivendo uma vida repleta, fazendo meus programas de televisão diariamente, exercendo uma função pública que muito me honra e, ao mesmo tempo, vendo o frutificar da família fazer-me chegar a uma das mais importantes missões e emoções de minha vida: ser bisavô.

Beatriz, ou Bia como já é chamada, chegou.

Filha de meu neto mais velho, Bruno, neta de minha querida filha, Christianne,uma das pérolas de minha vida.

Bia chega como uma máquina do tempo que me faz relembrar a vida, penitenciar-me por meus erros, ufanar-me por tantos mais acertos.

Bia vem lembrar-me que ela faz parte de uma família de bisavós, de avós, de pais, 13 filhos e 18 netos e que Deus está permitindo que eu já esteja fato vivido de seis gerações.

Bia vem com a luz do amor irradiando para todos os seus a sublimação da inocência, da esperança e da promessa de que o mundo continua precisando que nasçam mais e mais Bias amadas e desejadas.

Uma gota de lágrima quase me cai dos olhos nas teclas do meu notebook.

A mesma lágrima que eu desejo a tantos outros.

A lágrima de uma felicidade indescritível.

A mesma que caiu quando nasceu meu primeiro filho e depois quando chegou ao mundo meu primeiro neto.

Que Deus ilumine a vida de Bia como precursora de uma continuidade, como um elo de ligação entre dois mundos: o dos seus bisavós e dos seus futuros filhos, netos, bisnetos...
 

seta

Primeira Edição © 2011