seta

267 postagens no blog

Pelo andar da carruagem...

23/12/2014 05:59

... o governador eleito de Alagoas vai começar com o pé direito já que está mostrando equilíbrio na formação do seu secretariado. 

Nota-se perfeitamente que Renan Filho buscou técnica e experiência nos nomes que escolheu até agora, o que demonstra vontade de acertar e não de experimentar.

Um Luciano Barbosa, por exemplo, na pasta de Educação é a convicção de que um dos maiores problemas irá ao encontro de soluções compatíveis.

Um Alfredo Gaspar, corajoso, tranquilo e sabedor de suas missões, sem dúvida representa uma grande esperança para a resolução de equações fundamentadas para a nossa segurança.

Um Cristian Teixeira, com quem tive o prazer de trocar missões na gestão de Cícero Almeida, técnico dos mais experientes, principalmente no assunto gestão e licitações irá trazer transparência às ações do governo, sem dúvida.

A garra de Rosinha da Adefal certamente será de enorme importância para a pasta da Mulher e dos Direitos Humanos.

Sem dúvida, o governador foi profundamente feliz ao escolher o engenheiro Mozart Amaral para Transportes e Desenvolvimento Urbano, não só pela sua reconhecida competência como pela vontade de trabalhar que sempre demonstrou nos cargos que ocupou.

Acresça-se a presença de Melinda Freitas, ex-prefeita de Piranhas e que muito deverá contribuir para a Cultura.

Não vou me deitar em mais análises, o que farei em outros artigos, mas, apenas com os exemplos acima, acrescidos do grande nome de Fábio Farias na Casa Civil dar ao leitor um bom motivo para esperanças no novo e jovem governo que vai começar.  

seta

Mude sua posse, Renan Filho!

18/12/2014 07:29

Proponha à Assembléia Legislativa que mude o lugar da sua posse.

Sua juventude, sua vontade de mudar e de inovar podem começar exatamente neste dia;. o da sua posse.

Um primeiro de janeiro de Confraternização Universal.

Saia das paredes frias da Assembléia e venha para a praça pública.

Mostre-se ao povo de corpo inteiro e faça o seu discurso não para uns escolhidos convidados, mas para a multidão que certamente irá assistir e avalisar o voto que lhe deu.

E os que não lhes deram esse voto terão a consciência de que, agora, você é o governador de todos os alagoanos.

Vá, por exemplo, para as escadarias do Palácio; ou venha para a Multieventos na Pajuçara.

Mostre-se e deixe que o povo sorva cada palavra e sinta no ato mais importante de sua vida que êle, o povo, faz parte deste momento que pode mudar os destinos deste estado tão sofrido, mas tão pronto para mudanças e crescimento.

Há tempo para que um cerimonial eficiente tome as providências necessárias que mostrarão à Alagoas a disposição de um jovem governador que não quer governar sozinho.

A partir daí, siga deixando o gabinete em segundo plano e vivendo Alagoas palmo a palmo.

Com o aplauso popular e as bênçãos de Deus!  

seta

O tema de Lara de Luciano Lessa

13/12/2014 09:00

           Foi lindo, foi emocionante, assistir à solenidade em que o médico proctologista, Luciano Swartz Lessa recebeu a honrosa Comenda Arthur Ramos na Câmara Municipal de Maceió, por feliz iniciativa da vereadora Tereza Nelma.

Uma cerimônia tocada pela emoção, desde seus primeiros instantes até o final, pelo carinho que todos os presentes têm pelo médico simpaticão e bonachão.

Depois de palavras de alguns de seus amigos e de seu filho eis que chega a sua vez e é quando ele conta que assistiu a todos os nascimentos de filhos e netos e apenas não pudera estar presente ao de Larinha, sua última netinha e que estava presente, ainda de colo, para ver a homenagem prestada ao avô.

Luciano estava e está se recuperando da doença da qual se trata e na época estava muito debilitado, sendo este o motivo que o impedira de ver a neta chegar ao mundo.

Mas Nadja, sua mulher, lá estava representando-o.

Num dado momento, Luciano levantou-se, foi ao piano, instrumento que toca e interpretou com toda a sua alma o famoso "Tema de Lara".

Nesse momento, Nadja liga e lhe informa que a neta está chegando ao mundo.

Luciano pede que através do celular chegue sua música à sala do parto.

Uma sala que foi inundada pelas notas musicais que saudavam a pequena Lara, mas que diziam da emoção de um avô em toda a sua extensão.

Fiquem certos, Nadja e Luciano que o momento em que essa história era contada na Câmara de Vereadores de Maceió, este amigo de vocês teve uma de suas maiores emoções.

O "Tema de Lara", sem dúvida é da Larinha.

A de Luciano Lessa.   

seta

Finalmente um homem enfrenta a dívida de Alagoas

27/11/2014 08:23

Deixemos de lado por um pouco as lutas políticas, as diferenças que existem em toda a comunidade.

Deixemos de lado o gostar ou o não gostar deste ou daquele político, mas reconheçamos juntos que uma das mais ferrenhas  lutas já disputadas neste estado, oriunda da crise de 97, foi quando Alagoas chegou a dever  9 folhas salariais e foi obrigada a negociar, dentre outras coisas a Ceal e passar a dever à União algo que hoje chega aos 50 milhões mensais.

O senador Renan Calheiros, presidente do Congresso Nacional, prometeu, ungido pela também promessa da presidente Dilma que iria conseguir a revisão da indexação de nossa dívida.

Assim disse, assim fez.

Trancou a pauta do Senado e, com isso, lembrou à presidente que os dois tinham um acordo em relação à dívida de Alagoas,  extensiva a de outros estados em situação similar.

O resultado é que ela cumpriu o acordo feito com Renan, discutiu, mudou a indexação e o estado terá agora menos 20 milhões a pagar todo o mês aos cofres da União.

Alagoas deve essa ao senador Calheiros, sem dúvida.

Uma luta vencida após 17 anos.

Parabéns, Renan!

Parabéns, povo alagoano!

seta

A polícia não presta?

21/11/2014 09:34

                                     O promotor Alfredo Gaspar está coberto de razão quando volta de viagem e diz que coloca o cargo à disposição mas continuará defendendo os policias e a polícia de um modo geral.

Está claro que existem profissionais ruins em todos os setores e o Brasil está aí demonstrando que não há mais limites, nem de posições, nem de status econômico para que a podridão aconteça.

No caso específico da polícia alagoana, sem dúvida, é uma sofredora, pequena, sem recursos, quer para as atitudes de prevenção, quer para as de investigação.

A polícia científica inexiste.

O IML continua largado a um plano que nem se vê.

Tudo isto leva a um caos que vive a polícia como um todo, mas que não se pode, por conta da ingovernabilidade, da falta de planejamento, de ação administrativa superior, creditar à ela, polícia, todos os erros que levam à criminalidade que assola o estado e que o coloca com os mais horrendos índices mundiais.

É triste, muito triste, mas há que se pensar em capacitação, em um efetivo bem maior do que o atual e, sobretudo em administração globalizada da segurança, envolvendo todos, incluindo nisso os municípios e até a própria sociedade.

Enquanto isto não acontecer, não acusem  sem saber.   

seta

Primeira Edição © 2011