Azulão vira aos 54 finais e continua na luta por acesso

Jô participa do 1º gol, vira o jogo para o CSA nos acréscimos e avisa: "Na última rodada, estaremos classificados"

30/07/2023 19:43

A- A+

Redação com web

compartilhar:

O CSA foi buscar uma vitória, domingo passado,  no último lance do jogo contra o Pouso Alegre, pela Série C. E ainda foi de virada. Aos 54 do segundo tempo, Everton Silva bateu falta pela direita e Jô enlouqueceu a torcida no Rei Pelé com um gol de cabeça. Antes, Gabriel Taliari havia empatado aos 28 do segundo tempo. Na etapa inicial, o Pouso abriu a placar aos três minutos, com Ingro, e depois tentou segurar o resultado. Não conseguiu, e deixou o campo em Maceió com uma derrota por 2 a 1.

PRIMEIRO TEMPO 
O Pouso Alegre marcou logo aos três minutos. Ingro arriscou da ponta direita, sem ângulo, a bola bateu ainda no gramado e Dalberson falhou: 1 a 0. O CSA criou uma chance aos 16. Ernandes cruzou da esquerda e Gabriel Taliari cabeceou com perigo.  Aos 22, Tomas Bastos bateu falta com veneno e assustou o goleiro do Pouso. Iago Teles bateu cruzado, de fora da área, e quase empatou o jogo no Rei Pelé aos 33.

SEGUNDO TEMPO 
O CSA foi para dentro no segundo tempo. Aos dois minutos, Tomas Bastos tocou de letra e quase Taliari empateu. Aos oito minutos, Jô, na pequena área, não conseguiu escorar para a rede mineira.
Aos 17, Arnaldo cobrou escanteio, Ednei cabeceou pra baixo e George fez uma grande defesa. Depois, em finalização de Júnior Todinho, a bola passou muito perto do gol do time mineiro. O Pouso Alegre fazia muita catimba e enervava os jogadores do CSA. Mesmo assim, as chances continuavam. Aos 28 minutos, Jô bateu cruzado, George deu rebote e Taliari apareceu na pequena área para deixar tudo igual: 1 a 1.
Depois, o Pouso saiu mais para o jogo e deu um susto no CSA. Após cruzamento de Nathan, Geovane desviou e quase marcou o segundo gol. Aos 54 do segundo tempo, no entanto, o Estádio Rei Pelé balançou. Everton Silva cobrou falta pela direita e Jô, no meio da defesa mineira, subiu muito para marcar de cabeça e dar a vitória ao time alagoano.

EMOÇÕES REPRIMIDAS
Aos 54 do segundo tempo, Jô se colocou na área e ficou esperando um cruzamento da direita. Everton Silva arrumou a bola e caprichou na cobrança de falta. O centroavante se movimentou na área, fez valer sua impulsão e cabeceou no canto, tirando do goleiro George. O gol balançou o Estádio Rei Pelé e empolgou a torcida.
Depois da vitória por 2 a 1, Jô falou sobre esse lance especial. Foi o segundo gol dele com a camisa do CSA. O primeiro havia sido marcado contra o Floresta, na vitória por 2 a 0.
- Tava difícil, a gente sabia da dificuldade, mas com essa torcida linda não tinha como ser diferente. A gente ia conseguir a vitória. Vamos em busca de mais e tenho certeza que na última rodada estaremos classificados - avisou o centroavante.

NAÇÃO AZULINA
Não é a toa que a torcida do Azulão é classificada como a Fantástica Nação Azulina, quando a equipe mais precisa ela mostra força e paixão, foi fundamental na vitória do CSA.

Agenda
Sábado, o Pouso Alegre recebe o Manaus no Manduzão, às 16h, em Minas. O CSA joga contra o Náutico no próximo domingo, às 16h, no Estádio dos Aflitos, em Recife.

Primeira Edição © 2011