Conselho Municipal de Políticas Culturais publica edital para eleição dos conselheiros

28/05/2021 17:45

A- A+

Hugo Taques

compartilhar:

Com prazos apertados para inscrições e habilitação dos eleitores e candidatos, o Conselho Municipal de Políticas Culturais (CMPC) publicou edital para eleição dos conselheiros para o biênio 2021/2023, os interessados a votar e a concorrer a uma vaga têm até o dia 31 de maio ( próxima segunda - feira ) para se inscreverem, a habilitação dos candidatos será no período de 01 a 03 de junho e no dia 04 sai a lista de quem poderá votar e a relação dos candidatos por segmento. O período de votação será de 14 a 24 de junho, sendo cada dia para um segmento e no dia 25 sai o resultado dos eleitos.

 

ELEIÇÃO POR SEGMENTO.

DATA

HORÁRIO

Votação online e presencial

1. Arquivos, patrimônio material, imaterial e museus

14.06.2021

19h às 22h

2. Arte digital, artes visuais e fotografia

15.06.2021

19h às 22h

3.  Artesanato, moda e design

16.06.2021

19h às 22h

4. Audiovisual

17.06.2021

19h às 22h

5. Artes cênicas (circo, teatro e dança)

18.06.2021

19h às 22h

6.  Culturas afro-brasileiras

21.06.2021

19h às 22h

7. Culturas populares

22.06.2021

19h às 22h

8.  Literatura, livro e leitura

23.06.2021

19h às 22h

9. Música

24.06.2021

19h às 22h

A votação será online e presencial, o eleitor escolhe antecipadamente a modalidade que desejar.

O edital estabelece uma série de critérios de habilitação tanto para os eleitores quanto para os candidatos. 

O segmento das artes visuais e fotografia da qual pertenço, apresentará a chapa PróArte composta pelo artista visual, Fredy Correia (titular) e pela professora e artista visual e Carol Gusmão (suplente) que   já apresentaram à comunidade a plataforma que defederão no conselho. 

. Realização de um mapeamento cultural amplo e completo para que a instituição  conheça os artistas do segmento  e possa elaborar as políticas públicas.
. Elaboração de um calendário anual de editais e eventos que contemplem as artes visuais;
. Realização  de cursos de formação, capacitação e aperfeiçoamento nas artes visuais;
. Criação de espaços para exposições ( o municipio naõ possui nenhum). 
. Criação de políticas públicas para o setor do turismo cultural, com abertura de espaços para divulgação e visualização dos produtos culturais local, incluindo as artes visuais;
. Criação de políticas públicas no setor de arte educação com criação de oficinas, cursos, palestras para alunos da rede pública;
. Para que não haja solução de continuidade na execução de politicas públicas com as alternâncias de governos, propõe a criação de um fórum permanente, independente e democrático onde questões das artes visuais sejam amplamente discutidas e cobradas;
.  Regulamentação da Lei municipal 6.666/2015, (aprovada e ainda não regulamentada), que obriga a todos os prédios públicos e privados,  com área adensável superior a 1.000m2 a serem construídos, a terem uma obra de arte na sua fachada com vistas ao público;
. Criação de uma agenda a curto, médio e longo prazo com atividades para o segmento. 

Ambos candidatos têm uma história de lutas a favor dos artistas visuais alagoanos, reivindicando, cobrando e propondo ações,  junto aos orgãos gestores da cultura. 

"  O principal motivo que nos levam a  concorrer  ao pleito é o fato de que, desde a criação do Conselho, as artes visuais nunca teve voz nas deliberações,  haja vista que sempre foi preterida na distribuição dos editais;  em 20 anos nunca houve sequer um edital para nosso segmento, ficamos acéfalos a todas  iniciativas  do conselho e do órgão gestor da cultura maceioense. Para que essa caótica situação seja  interrompida  e cesse o permanente descaso com as artes visuais, apresentamos uma bandeira de luta, uma plataforma construída com nossos mais básicos anseios "  disse o candidato Fredy Correia. 

Edital completo no portal da FMAC 

http://www.maceio.al.gov.br/fmac/observatorio-de-editais/

Primeira Edição © 2011