Covid19: Governo mantém apoio a negócios inovadores de Alagoas

Empreendedores recebem subvenção econômica e apoio na gestão de projetos

02/03/2021 16:07

A- A+

Agência Alagoas

compartilhar:

Devido à pandemia de Covid-19, negócios do mundo inteiro têm sido afetados desde o ano de 2020. Em Alagoas, uma das fontes de resiliência possível para os empreendimentos inovadores foram os editais da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Alagoas (Fapeal), em parceria com o Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Alagoas (Sebrae AL).

Um exemplo disso é o Edital de Economia Criativa, que aportou meio milhão de reais para 15 empresas, selecionadas em agosto de 2020. Os empreendimentos escolhidos pertencem às áreas de artes visuais, audiovisual, design, editorial, games e música.

A execução do edital representa mais uma ação concreta para estimular uma nova cultura de negócios em Alagoas. Os participantes das iniciativas voltados ao empreendedorismo e à inovação da Fapeal e Sebrae recebem mais do que subvenção econômica: Eles têm acesso também a diversas etapas de orientação e acompanhamento, para o desenvolvimento e execução dos projetos.

Na última sexta (26/02), por exemplo, foi promovido o seminário de acompanhamento parcial das empresas contempladas no Edital de Economia Criativa. Os participantes apresentaram seu progresso até o momento, incluindo dúvidas, dificuldades e dados da gestão financeira. Receberam apoio técnico e feedback da equipe da Coordenação de Projetos Especiais da Fapeal e do Sebrae AL.

Estiveram presentes as empresas responsáveis pelos empreendimentos Agência Tatu de Jornalismo de Dados, Mandacaru Games, Entremuros Artes Visuais, Cine do Mangue Escola de Cinema, Coletivo Estampa POP, La Ursa, Jogo “De Onde Vem? As Expedições de Vavilov”, Game “Mundaú”, Wood Zoo Móveis, 60+Música, Trela Editorial, Vinco e “Histórias do Subsolo” Webdoc.    

Em breve, a população de Alagoas poderá acessar esses projetos como realidade concreta, na forma de produtos e serviços.

Progresso

De acordo com diretor-presidente interino da Fapeal, professor João Vicente Lima, o maior desafio das empresas apoiadas pelos editais de Economia Criativa, Programa Centelha Alagoas e Tecnova II AL é crescer do ponto de vista do financiamento, para continuarem seu progresso a partir do patamar alcançado através destes programas.

“Uma coisa que aconteceu naturalmente, e que tem chegado até a Fapeal nos últimos dois meses, é que no caso do Programa Centelha, os próprios bancos públicos já vieram pesquisar sobre os participantes. A Caixa Econômica e Banco do Nordeste já pediram informações e demonstraram a intenção de fazer eventos e apresentar os seus pacotes, soluções e alavancagens para estas empresas”, adianta o gestor da Fapeal. 

Ecossistema

Um ambiente favorável aos negócios inovadores também é uma aposta do Governo de Alagoas. Nesta semana, a Secretaria de Estado da Ciência, da Tecnologia e da Inovação (Secti) anunciou edital para ocupação de salas no Centro de Inovação do Polo Tecnológico (Polo de Tics), localizado no bairro Jaraguá, em Maceió. 

Primeira Edição © 2011