México chega a 10 mil mortes por Covid-19 e tem 93.435 casos de coronavírus

02/06/2020 16:59

A- A+

EFE

compartilhar:

O México superou nesta segunda-feira a marca de 10 mil mortes por Covid-19, com 10.167, depois de ter confirmado mais 237 nas últimas 24 horas, além de ter registrado mais 2.771 casos de infecção pelo novo coronavírus, subindo para um total de 93.435, segundo dados do diretor geral de epidemiologia do governo, José Luis Alomía.

No primeiro dia da chamada "nova normalidade" decretada pelo presidente Andrés Manuel López Obrador, o México passou de 10 mil óbitos e ainda tem 851 a serem investigados, também com suspeita de terem sido causados pelo vírus SARS-CoV-2.

Entre as mortes comprovadamente causadas pelo coronavírus, 67% foram de homens e 33% de mulheres e são, predominantemente, de pessoas de entre 45 e 59 anos de idade, de acordo com as autoridades sanitárias.

Os casos ativos da doença, pacientes que desenvolveram sintomas de Covid-19 nos últimos 14 dias, chegaram a 16.303, uma diminuição de 3,8% em relação ao dia anterior, disse Alomía.

O diretor confirmou um total de 38.497 casos suspeitos, 151.267 casos negativos e uma população estudada de 282.089 desde o início da pandemia no país, em 28 de fevereiro.

A taxa de ocupação hospitalar foi de 43% do total de leitos gerais disponíveis em 788 instituições de saúde e 37% dos leitos de terapia intensiva para pacientes graves que precisam ser entubados.

O México iniciou nesta segunda-feira a nova normalidade após 70 dias de medidas de confinamento e que dependerá do denominado semáforo Covid, que, com base em indicadores, avalia os riscos em cada estado do país.

"Temos que ir em direção à nova normalidade porque isso é necessário para a economia nacional e para o bem-estar do nosso povo. Precisamos normalizar gradualmente as atividades", declarou López Obrador. EFE

Primeira Edição © 2011