Prefeitura paga servidores no mês trabalhado

01/05/2020 15:33

A- A+

Assessoria

compartilhar:

Mesmo diante das dificuldades financeiras, fruto dos impactos das medidas de combate à Covid-19, a Prefeitura de Maceió conseguiu, mais uma vez, priorizar o pagamento dos salários dos servidores públicos municipais, dentro do mês trabalhado.

A pandemia do coronavírus já traz perdas evidentes na economia local, atingindo diretamente o setor produtivo e o comércio, bem como o setor público, com a queda brusca na arrecadação. O cenário de dificuldade já atinge milhares de municípios brasileiros e, em Maceió, não é diferente.


De acordo com Fellipe Mamede, secretário municipal de Economia, não está sendo fácil fazer a gestão financeira diante do atual cenário e buscar soluções estratégicas que venham minimizar os impactos desta crise.
“Diariamente, novos desafios surgem e temos que repensar algumas atitudes e estratégias para irmos solucionando os problemas, que não estavam previstos em qualquer tipo de planejamento. Cumprir com o pagamento da folha do município tem sido desafiador, e este mês a contribuição da população que antecipou o pagamento do IPTU para ter acesso ao desconto de 30% foi fundamental para isto. Acreditamos que unindo os esforços da gestão pública à contribuição da população, exercendo sua consciência cidadã, vamos conseguir superar com menos perdas esta fase. Pagar o servidor que presta serviço à população e faz a gestão municipal funcionar sempre será prioridade”, destacou Mamede.


No entanto, na noite desta quinta-feira (30), foi detectado um problema em parte da folha de pagamento do Instituto de Previdência de Maceió (Iprev), resultando na necessidade de reenvio do arquivo ao banco. Por conta do feriado e fim de semana, alguns aposentados e pensionistas só conseguirão visualizar o crédito na conta no decorrer da segunda-feira (4).


Estratégia


Em março e abril, o município implantou medidas tributárias que postergaram o recolhimento de pagamento de tributos a fim de aliviar o bolso do maceioense. Ao mesmo tempo, encontrou uma alternativa para estimular a antecipação do pagamento do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU), um dos principais impostos do município, com desconto ampliado de 30% e 20%, para quem pagar a cota única, antes do prazo e mantendo os 10% tradicional para pagamento até o vencimento limite, estipulado pela Prefeitura.


“A medida deu certo e graças a este retorno estamos conseguindo realizar ajustes para irmos equilibrando as contas municipais para que a administração possa continuar garantindo os serviços prestados à população, principalmente, neste período de pandemia. Também estamos aguardando os reforços do governo federal e priorizando pagamentos, serviços e outras atividades”, finalizou.


Atualmente, a folha de pagamento de servidores representa cerca de R$ 100 milhões. Para tentar melhorar a arrecadação durante este período, o município prorrogou o prazo dos descontos ampliados do IPTU, conforme decreto publicado nessa quinta-feira (30), no Diário Oficial do Município.

Primeira Edição © 2011