Obra de Van Gogh é roubada de museu holandês fechado por conta da Covid-19

30/03/2020 18:58

A- A+

EFE

compartilhar:

Uma pintura do holandês Vincent van Gogh foi roubada nesta segunda-feira do Museu Singer Laren, na Holanda, embora o local esteja temporariamente fechado de acordo com as medidas oficiais contra o novo coronavírus.

A tela é "Spring Garden", onde aparece o jardim da casa paroquial de Nuenen, pintado por Van Gogh durante a primavera, em 1884. E a pintura era um empréstimo de outra galeria de arte holandesa, o Museu Groninger, para uma exposição temporária neste museu dedicada a preservar a coleção do casal americano William e Anna Singer.

Segundo Jan Rudolph de Lorm, diretor do museu, os ladrões entraram no local durante a madrugada de hoje, forçando e quebrando a porta de vidro externa, conseguindo entrar no local e roubar esse valioso Van Gogh, embora não há informações se outras peças foram roubadas.

Após o alarme ter disparado, os policiais foram diretamente ao museu, mas nem dentro nem nas imediações havia vestígios do assalto, segundo a polícia.

"Estou chocado e incrivelmente bravo. É um golpe no Museu Groninger, no Museu Singer em Laren e em todos nós. A arte existe para ser apreciada e compartilhada por todos nós", acrescentou o diretor.

Em 1883 e 1884, Van Gogh vivia com seus pais em Nuenen, onde seu pai era pastor da paróquia local, e assim o artista holandês pintou o jardim do vicariato, um lugar que lhe oferecia paz e a inspiração que ele precisava, como relatado em suas cartas.

As autoridades holandesas, com uma equipe de peritos forenses, detetives e especialistas em arte roubada, iniciaram uma investigação criminal para tentar localizar os ladrões e recuperar a obra e devolver a pintura aos seus proprietários, confirmou a polícia.

Primeira Edição © 2011