Mutirão de Cirurgias deve realizar mais de mil atendimentos

10/03/2020 14:53

A- A+

Agência Alagoas

compartilhar:

Com expectativa de realizar 1.050 atendimentos em três dias, o Mutirão de Cirurgias inicia sua etapa regional nesta quarta-feira (11) em Arapiraca. A ação da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), continua nos dias 12 e 13 na Praça Ceci Cunha, centro da cidade. A fase regional do programa beneficia também os moradores de municípios circunvizinhos do Agreste alagoano.

A partir das 7h desta quarta-feira, as equipes técnicas do programa já estarão na estrutura de atendimento que será montada para a realização da triagem. Para ter acesso ao serviço, será necessário passar por consulta médica. Posteriormente, serão feitos os exames de ultrassonografia, laboratoriais, raio-x e eletrocardiograma. O resultado é liberado ainda no mesmo dia.

A iniciativa da Sesau teve início no final de 2019, já contemplou três bairros populosos de Maceió – Benedito Bentes, Vergel do Lago e Clima Bom, e agora se expande para o interior do estado, depois de quase 1.200 cirurgias realizadas tanto no Hospital da Mulher, em Maceió, quanto nas unidades contratualizadas.

De acordo com o secretário de Estado da Saúde, Alexandre Ayres, o Mutirão de Cirurgias é mais uma demonstração de que o Governo de Alagoas age para manter a saúde próxima da população. “Nas três edições em Maceió, muitas pessoas chegaram de outros municípios para buscar atendimento e hoje já passaram pelos procedimentos cirúrgicos”, lembra o secretário.

“A vantagem é que o usuário passa por consulta médica, faz os exames na Cidade da Saúde e sai do local com a cirurgia agendada junto aos hospitais contratualizados. Posso citar como exemplo as mulheres que foram encaminhadas para os devidos procedimentos no Hospital da Mulher, em Maceió. O Governo de Alagoas entregou este novo equipamento de saúde, que já está dando total atenção à saúde feminina”, destaca o secretário.

Para reduzir as demandas reprimidas de cirurgias eletivas em Alagoas, o programa realiza cirurgias para retirada de hérnias do tipo umbilical, inguinal e epigástrica; mioma e pedra na vesícula, contemplando crianças, mulheres e homens. “Seguimos com a meta de realizar cinco mil cirurgias nestas especialidades contidas no programa. As três etapas que aconteceram em Maceió mostram o quanto a população confia no serviço”, afirmou o secretário.

No total, já foram feitos quase 3.500 atendimentos, sendo 1.815 cirurgias agendadas, com 1.260 mulheres que já passaram pelos procedimentos; 479 homens e 76 crianças que fizeram cirurgia. Foram 396 hernioplastias, 473 colecistectomia e 323 histerectomia.

Documentos necessários – Para participar da ação, o usuário deve chegar ao local portando RG, CPF, comprovante de residência e Cartão SUS. É fundamental que o paciente chegue ao local em jejum para a realização dos exames pré-operatórios.

Primeira Edição © 2011