Paciência também se esgota

09/01/2020 09:08

A- A+

Geraldo Câmara

compartilhar:

                      Às vezes fico pensando que o brasileiro é um cidadão muito paciente. Até demais. Se formos fazer uma análise de tudo o que o Brasil precisa, em termos de administração pública, sobretudo no que se refere à saúde, à educação, à segurança das cidades iremos também constatar que a este cidadão muito pouco é dado com exceção para algumas douradas de pílulas que vão sendo realizadas e colocadas goela abaixo por legisladores e executivos deste país. Os planejamentos estratégicos que possam ser eficientes em vários setores, dificilmente são realizados ou cumpridos em suas metas, principalmente pela falsa democracia ávida de voto que não deixa que sejam continuados os trabalhos começados por antecessores. E exatamente aí os projetos se perdem, as obras ficam inacabadas, as pessoas ficam revoltadas e a sociedade acaba por perder até porque é dela e dos seus impostos que saem os prejuízos dos mal feitos. A política e os políticos precisam mudar exatamente na maneira com que conduzem-se em seus cargos. O ano atual é de eleições. Para prefeitos e vereadores. Prefeitos que devem mudar seus comportamentos e mostrar uma nova conceituação em suas administrações. E vereadores que precisam ficar melhor inteirados do executivo e seus projetos, além de cumprirem seus mandatos sabendo fiscalizar em nome de seus eleitores. Eleitores que estão concordando que paciência também se esgota.   

Primeira Edição © 2011