Vocalista do Roxette, Marie Fredriksson morre aos 61 anos

10/12/2019 16:18

A- A+

EFE

compartilhar:

A vocalista da dupla pop Roxette, Marie Fredriksson, que havia sido diagnosticada em 2002 com um tumor cerebral, morreu aos 61 anos, segundo confirmaram nesta terça-feira os representantes do grupo, por meio de comunicado.

"Com grande tristeza, temos que comunicar que Marie Fredriksson morreu na manhã de 9 de dezembro, depois de uma longa batalha de 17 anos contra o câncer", aponta o texto.

Mais cedo, o primeiro veículo a divulgar a informação foi a emissora "Radio Sweden", através do Twitter.

Fredriksson começou a carreira em 1984, como cantora solo, e logo se tornou uma das artistas mais queridas e bem-sucedidas da Suécia. Dois anos depois, junto com Per Gessle, fundou o Roxette, que rapidamente se tornou um dos maiores grupos pop do planeta.

Entre os clássicos do conjunto estão "The Look", "Listen To Your Heart", "It Must Have Been Love", "Joyride", assim como "Dressed For Success","How Do You Do!", "Sleeping In My Car", "Dangerous", e "Fading Like A Flower".

"Se ela era grande no estúdio, o palco era o seu habitat natural", detalha o comunicado.

Em 2002, Fredriksson foi diagnosticada com um grave tumor cerebral, o que a obrigou a ser submetida a tratamento intensivo. Sete anos depois, começou a voltar gradualmente a se apresentar.

Após gravar novos discos e realizar novas turnês com o Roxette, em 2016, os médicos aconselharam a cantora a se afastar dos palcos para cuidar da saúde debilitada.

Fredriksson deixa marido e dois filhos, além de um "grande legado musical", conforme aponta o comunicado divulgado pelos representantes do grupo.

Gessle se manifestou sobre a morte da parceira, que classificou como uma "incrível intérprete".

"Obrigado por pintar minhas canções em preto e branco com cores mais maravilhosas. Foi, por 40 anos, a mais maravilhosa das amigas. Me sinto honrado e feliz de ter tido a chance de compartilhar tanto do seu tempo, talento, calor e generosidade. As coisas nunca mais serão as mesmas", lamentou o artista.

O governo da Suécia se manifestou através da mesma rede social sobre a morte da estrela da música do país.

"Descanse em paz, Marie Fredriksson. Incrível cantora, tanto com o Roxette, como solo", aponta a postagem.

Primeira Edição © 2011