Ação orienta mulheres sobre combate à violência doméstica

29/08/2018 00:31

A- A+

Ascom Semas

compartilhar:

Em alusão ao mês de combate à violência contra a mulher, as ações do Agosto Lilás em Maceió ganham visibilidade nesta quarta-feira (29) com a oferta de serviços de Assistência Social, Saúde e Justiça dentro do projeto “Violência contra Mulher: Ponto Final”. O evento acontece de 8h às 12h, na Praça Deodoro, no Centro, e está sendo promovido pela Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas), por meio da Coordenação dos Direitos da Política da Mulher.

O evento tem o objetivo de conscientizar a população sobre os tipos de violência contra a mulher, quais os direitos e de que forma as denúncias podem ser realizadas, protegendo as vítimas. Além dessas orientações, outros serviços serão ofertados.

Entre as atividades realizadas na área de Assistência Social estão a inserção de pessoas de baixa renda no Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico) e cadastro para Carteira do Idoso e acesso ao Benefício e Prestação Continuada (BPC). Equipes dos Centros de Referência de Assistência Social (Cras) e Centros de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) também estarão presentes para orientar sobre o fluxo de atendimento, com ênfase em violência doméstica.

Na área da Justiça, a 38ª Vara de Violência Doméstica Contra a Mulher passará informações técnicas sobre casos de violência. A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) e o Centro Universitário Tiradentes (Unit) realizam exames de glicemia, HIV, sífilis e pressão arterial, além de orientações sobre a saúde da mulher.

A população terá acesso ainda a serviços de corte de cabelo, feitos por profissionais do Senac, exercícios laborais e de fisioterapia pelo Sesc, oficina de turbante realizada pela coordenadora de Igualdade Racial da Semas, Tereza Olegário, e, para encerrar, apresentações do Coral Mulheres Mil e do grupo de capoeira do Cras Pitanguinha.

Para a coordenadora de Defesa da Mulher da Semas, Daniela Lamenha, o evento será um momento de reunir informações e divulgar os serviços que são ofertados no combate à violência contra a mulher. “É uma ação que vem com o intuito da prevenção e de alertar as mulheres sobre quais são seus direitos e como elas podem acessá-los. É também uma oportunidade de empoderar as vítimas de violência e restaurar a auto-estima delas”, disse.

Primeira Edição © 2011