Celebração Eucarística e Solenidade de Abertura do Processo de Beatificação do Servo de Deus

Este evento de grande valor religioso terá início às 14h20min, e contará com cerca de 2.000 devotos no Santuário Basílica de Nossa Senhora da Piedade

24/08/2018 10:46

A- A+

Irmã Juliana Pereira

compartilhar:

No próximo dia 15 de setembro de 2018, haverá a celebração Eucarística, seguida da Solenidade de Abertura do Processo de Beatificação do Servo de Deus Domingos Evangelista Pinheiro. Este evento de grande valor religioso terá início às 14h20min, e contará com cerca de 2.000 devotos no Santuário Basílica de Nossa Senhora da Piedade, situada no alto da Serra da Piedade, na Cidade de Caeté - MG.

 A Celebração Eucarística será presidida por Dom Walmor Oliveira de Azevedo, Arcebispo Metropolitano de Belo Horizonte, estando presentes a Superiora Geral da Congregação das Irmãs Auxiliares de Nossa Senhora da Piedade, Madre Teresa Cristina Leite; o Postulador Geral da Causa dos Santos, enviado pelo Vaticano, Dr. Paolo Vilotta e autoridades civis e eclesiásticas.

Ao final da Celebração Eucarística, os restos mortais do Monsenhor Domingos Evangelista Pinheiro serão deslocados para o Recanto Monsenhor Domingos, localizado ao sopé da Serra da Piedade, Caeté, MG. Neste local, após bênção solene, os fiéis poderão expressar suas orações e homenagens ao Servo de Deus.

Obras fundadas por Monsenhor Domingos Evangelista Pinheiro

- Em seu zelo para com a Serra da Piedade, Monsenhor Domingos criou, em 26\09\1875, a Irmandade Leiga de Nossa Senhora da Piedade, constando em seus estatutos o Jubileu Anual de Nossa Senhora da Piedade, cuja festa celebramos até os dias de hoje.

- Perante a forte ameaça sofrida pelas crianças, diante da Lei do ventre livre, Monsenhor Domingos, dotado de profunda e sincera caridade, fundou em 25\08\1878 o Asilo São Luís, destinado a acolher e libertar por meio da educação.

- Em 28\08\1892  Monsenhor Domingos fundou a Congregação das Irmãs Auxiliares de Nossa Senhora da Piedade. Composta por mulheres com o intuito de perpetuar a missão, promover a dignidade humana, libertar e defender a vida.   

 

Primeira Edição © 2011