PRF apreende 150 quilos de cocaína em fundo falso de carro

Na operação foram presos três homens cuja identidade não foi revelada.

17/08/2018 16:26

A- A+

Agência Brasil

compartilhar:

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu, nesta sexta-feira (17), um carregamento com pouco mais de 150 quilos de cocaína que estava escondido no fundo falso de um veículo que trafegava pela Rodovia Rio-Santos (BR-101).

A droga foi apreendida por volta das 6h30, no município de Itaguaí, na região metropolitana do Rio. A cocaína, proveniente de São Paulo, destinava-se a Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. Segundo informações da Polícia Federal, na operação foram presos três homens cuja identidade não foi revelada.

Em operação de rotina, os policiais abordaram dois veículos que, aparentemente, seguiam juntos para a Baixada Fluminense.

Na abordagem, os policiais suspeitaram dos dois homens que dirigiam os veículos e se mostraram apreensivos com a ação da PRF. Os tabletes de cocaína estavam escondidos no fundo falso de um dos veículos. Os motoristas confessaram que levavam a droga de São Paulo para Duque de Caxias. Segundo eles, a droga serviria para abastecer o tráfico na região da Baixada.

Além dos cerca de 150 quilos de cocaína, os policiais apreenderam R$ 10,9 mil em espécie. A ocorrência foi encaminhada à Polícia Federal, no Rio, e os suspeitos foram indiciados por tráfico de entorpecentes, podendo pegar de cinco a 15 anos de prisão.

Apreensão de drogas aumenta

Este ano, a apreensão de drogas pela Polícia Rodoviária Federal nas estradas federais de acesso ao Rio de Janeiro aumentaram consideravelmente em comparação a anos anteriores. Somente no primeiro semestre, a PRF apreendeu cerca de 8,5 toneladas de maconha, contra cerca de uma tonelada apreendida de janeiro a junho do ano passado – aumento de mais de 700%.

Quanto à cocaína, foram apreendidos no primeiro semestre 371 quilos, volume bem superior aos 28 quilos apreendidos ao longo do ano passado – aumento de mais de 1.200%.

A intensificação das ações da PRF nas rodovias federais que dão acesso ao estado levou os agentes policiais a abriar o segundo semestre com uma grande apreensão da pasta base da droga. A ação ocorreu no dia 6 de julho, na Rodovia Washington Luiz (BR-040), na altura de Xerém, na Baixada Fluminense.

Um motorista de caminhão foi preso em flagrante trazendo de Manaus mais de 200 quilos da pasta, além de 80 quilos de skank (supermaconha, cultivada em laboratório, também conhecida como skunk). As drogas estavam escondidas no tanque de combustível do veículo.

Parado em uma blitz da PRF no posto de pedágio de Xerém, quando trafegava na pista em direção ao Rio, o motorista mostrou sinais de aparente nervosismo e, ao ser perguntado para onde ia, acabou confessando que trazia droga escondida no tanque do veículo e que seria para abastecer favelas do Rio. O compartimento foi aberto, e as drogas, divididas em tabletes, estavam embaladas a vácuo.

De acordo com a PRF, depois de refinada, a pasta base poderia render o triplo da quantidade ao ser transformada em cocaína. O skank e a pasta base de cocaína foram avaliados na época em cerca de R$ 3 milhões.

Primeira Edição © 2011