Ajuste nas contas garantiu retomada histórica de investimento em AL

Governador apresentou suas propostas e ouviu demandas de empresários em reunião na Associação Comercial

17/08/2018 18:11

A- A+

Assessoria de Comunicação

compartilhar:

Em reunião na Associação Comercial de Maceió na manhã desta sexta-feira (17), o governador Renan Filho, candidato à reeleição pelo MDB, apresentou suas propostas para o segundo mandato e ouviu as demandas do setor produtivo. Ele falou da nova política de incentivos fiscais que beneficiou todo o setor produtivo alagoano, dos investimentos realizados e destacou a importância de se formar “um grande time para defender Alagoas”, citando as candidaturas ao Senado de Renan Calheiros (MDB) e de Maurício Quintella (PR), que também participaram do evento.

“O nosso desafio é fazer Alagoas crescer cada vez mais. Em meio à crise que atinge o Brasil, fizemos um amplo plano para implementar mudanças de ordens tributária, econômica e financeira que deram a Alagoas a condição de enfrentar a crise de cabeça erguida e com muita dedicação”, declarou.

Ele recordou que, ao assumir o Governo do Estado em 2015, promoveu o corte no número de cargos comissionados, diminuiu a quantidade de secretarias e determinou a revisão de todos os contratos firmados. O objetivo foi diminuir o déficit nas contas públicas e tornar o Estado mais leve.

Outro avanço citado durante o encontro na Associação Comercial foi a reformulação do Programa de Desenvolvimento Integrado do Estado de Alagoas (Prodesin), que concede benefícios fiscais e locacionais para instalação e manutenção de indústrias. O programa garante isenção de 92% de ICMS em todo o território, na saída de produtos industrializados.

Investimentos

No tocante aos investimentos, Renan Filho destacou as principais obras de seu Governo, ações e programas bem-sucedidos nas áreas da educação, a exemplo das 50 escolas em tempo integral implantadas em três anos; da segurança pública com o Ronda no Bairro, o Força Tarefa e os Centros Integrados de Segurança Pública (CISPS), que garantiram a redução dos índices de violência; na mobilidade urbana com a entrega de mais de mil quilômetros de estradas e o Vida Nova nas Grotas e na saúde.

“Alagoas nunca tinha recurso para nada. Hoje, nós temos os maiores investimentos de nossa história em hospitais; estamos construindo cinco: dois na capital (Metropolitano e da Mulher), que estão quase prontos, e três no interior do Estado (Porto Calvo, União dos Palmares e Delmiro Gouveia)”, enfatizou.

“Sabe o que aconteceu a partir daquela decisão? Alagoas tem hoje a menor relação de leitos per capita do Brasil, a menor relação de leitos de UTI e a menor relação de leitos clínicos. Nós estamos enfrentando uma verdadeira cruzada para resolver tudo isso, então temos dois caminhos: fazer funcionar melhor o que já existe e construir novos equipamentos”, arrematou.

O candidato à reeleição pelo MDB finalizou seu discurso fazendo um agradecimento especial aos representantes do setor produtivo, que lotaram a sede da Associação Comercial de Maceió, no bairro do Jaraguá.

Primeira Edição © 2011