MPF denuncia 7 pessoas por desvio de cigarros apreendidos pela Receita

25/07/2018 16:35

A- A+

Agência Brasil

compartilhar:

Sete pessoas foram denunciadas pelo Ministério Público Federal (MPF) em São Paulo, no âmbito da Operação Gestas II, pelo desvio de 42 milhões de maços de cigarro que estavam em um galpão da Receita Federal, em Araraquara, no interior paulista.

Os cigarros haviam sido apreendidos pela Receita Federal. O esquema criminoso, segundo o MPF, funcionou entre os anos de 2013 e 2017.

Os acusados atuavam em três empresas que prestavam serviços ao Fisco para administrar o espaço onde são armazenados os itens apreendidos em ações de fiscalização do órgão. Segundo o MPF, o valor total das mercadorias desviadas soma R$ 124,5 milhões.

Esquema

O esquema envolvia camuflagem de caminhões e manipulação de circuito interno de segurança. Segundo as investigações, as remessas eram feitas por meio de caminhões identificados como coletores de resíduos, que entravam vazios e saíam carregados de cigarros sem serem vistoriados.

As caixas originais dos cigarros eram mantidas no galpão vazias ou preenchidas com plástico ou papelão. As mercadorias eram depois distribuídas para São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo e Pernambuco.

Os acusados vão responder pelos crimes de peculato e participação em organização criminosa.

Primeira Edição © 2011