INSS: organização criminosa desvia mais de mais 400 mil

24/07/2018 14:46

A- A+

A Notícia

compartilhar:

A Polícia Federal está a procura dos envolvidos em uma fraude, desde as primeiras horas da manhã desta terça-feira (24). O alvo são as agências do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), local onde indivíduos e funcionários públicos recebiam benefícios com a ajuda de um escritório de advocacia.

A operação Partenon, surgiu a partir de uma denúncia em 2015. Nela, a Polícia foi informada que a Gerência Executiva do INSS em Maceió e outras seis pessoas, estariam envolvidas em um esquema.

Um dos acusados estaria trabalhando de forma saudável na agência Ary Pitombo, no bairro de Mangabeiras, mas ainda sim estaria recebendo auxílio-doença, com estratégias fraudulentas de um escritório de advocacia.

A desarticulação da quadrilha proporcionará uma economia anual estimada em quase de R$ 2 milhões.

Primeira Edição © 2011