Cristiano Ronaldo diz que Juventus não significa um retrocesso na carreira

16/07/2018 18:21

A- A+

EFE

compartilhar:

O atacante Cristiano Ronaldo concedeu nesta segunda-feira a primeira entrevista coletiva como jogador da Juventus e garantiu que a saída do Real Madrid, atual campeão europeu, para o clube italiano não significa um retrocesso.

"Não diria que que é um passo atrás, é sempre para frente. É um time pronto para vencer. Conquistou os sete últimos Campeonatos Italianos, esteve recentemente em duas finais de 'Champions'. Espero levar à Juventus a um nível ainda mais alto", disse o craque.

Cristiano brincou com o fato de só ter recebido proposta da Juventus e considerou como um "momento especial" os aplausos da torcida do novo clube para o gol de bicicleta marcado por ele, com a camisa do Real Madrid, sobre a 'Velha Senhora' na Liga dos Campeões.

A entrevista coletiva do craque foi organizada no principal salão do Allianz Stadium. Cristiano estava acompanhado da mãe, da namorada, do filho e de seu agente, o português Jorge Mendes.

O atacante foi contratado pela Juventus por 112 milhões de euros e explicou que chega à Itália com vontade de continuar no topo.

"Estou muito concentrado e motivado para poder mostrar aos italianos que sou um jogador top. Penso que não preciso provar nada a ninguém porque os números não enganam, mas tenho ambição e sou encantado por desafios", ressaltou o craque, de 33 anos.

"Jogadores com a minha idade vão para outros países, com todo respeito, Catar, China, um pouco para finalizar a carreira. Eu não, venho quase que para rejuvenescer, em um grande clube. Estou feliz e agradecido a Juventus por ter me dado essa oportunidade", garantiu.

Depois de fazer história com as camisas de Manchester United e Real Madrid, Cristiano afirmou que também quer deixar sua marca na Juventus. E o craque chega com números impressionantes - 451 gols em 438 partidas com a camisa do clube espanhol -, mas sabe que na Itália terá mais dificuldades diante de defesas mais bem postadas.

"Sei que é uma liga muito tática, mas gosto de testar coisas novas. Nunca nada foi fácil na minha carreira. Não consegui nada ficando sentado em casa. Tenho confiança no meu futebol, nos meus companheiros da Juventus (...). Sei que é um desafio difícil, mas estou preparado", declarou.

Um dos principais pedidos recebidos por Cristiano por parte da torcida da Juventus é a conquista da Liga dos Campeões, um troféu que o craque já levantou cinco vezes na carreira.

"Nunca na minha carreira pensei que venceria duas, três, cinco 'Champions'. Sinceramente, isso não é uma obsessão, mas minha ambição é sempre ganhar. Era difícil fazer isso em Manchester, em Madrid. Por que não aqui?", questionou.

No fim da entrevista, Cristiano mostrou a camisa número 7 com seu nome para os cerca de 200 jornalistas presentes e foi fotografado ao lado do presidente da Juventus, Andrea Agnelli, e do diretor esportivo do clube, Fabio Paratici.

Primeira Edição © 2011