Após fuga de presídio de Marabá, 41 presos ainda não foram capturados

28/06/2018 18:49

A- A+

Agência Brasil

compartilhar:

Dos 58 presos que escaparam do Centro de Recuperação Agrícola Mariano Antunes, em Marabá (PA), nesta terça-feira (26), 41 ainda estão foragidos. Segundo a Superintendência do Sistema Penitenciário do estado (Susipe), 15 presos foram recapturados nas últimas horas e dois morreram ao trocar tiros com policiais que tentavam impedir a fuga em massa.

A Polícia Civil e a Corregedoria-Geral Penitenciária da Susipe estão apurando as circunstâncias da fuga que, de acordo com a pasta, ocorreu por volta das 17h, durante a tranca das celas, quando um grupo de presos armados rendeu dois agentes prisionais, obrigando-os a liberar outros detentos.

Segundo a Susipe, a fuga contou ainda com apoio de um grupo armado que agiu do lado externo e que trocou tiros com os policiais militares que faziam a segurança do complexo penitenciário. Um policial foi baleado na perna e encaminhado para o Hospital Regional de Marabá, onde foi atendido e submetido a exames clínicos.

Inaugurado em 1996, o Centro de Recuperação Mariano Antunes tem capacidade para 180 presos, mas abriga 571. É uma das três unidades prisionais de Marabá, junto com a Central de Triagem Masculina e o Centro de Reeducação Feminino.

Primeira Edição © 2011