Justiça promove casamentos coletivos em Maceió e no litoral, sábado e segunda-feira

Juiz John Silas conduzirá a cerimônia para 200 casais na Assembleia de Deus; magistrado André Gêda oficializará 45 uniões na Praia do Marceneiro

26/04/2018 16:55

A- A+

Karina Dantas - Dicom TJ/AL

compartilhar:

O projeto Justiça Itinerante, do Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ/AL), realiza mais um casamento coletivo neste sábado (28), na igreja Assembleia de Deus, localizada na Avenida Moreira e Silva, no bairro do Farol. O juiz John Silas da Silva presidirá a cerimônia de 200 casais, que está prevista para iniciar às 18h.

O casamento foi solicitado pelos administradores da igreja para possibilitar à sua comunidade mais facilidade na oficialização da união, já que pelo projeto Justiça Itinerante as taxas devidas ao Poder Judiciário são dispensadas, sendo cobradas apenas as do cartório. A habilitação para o casamento ocorrerá a partir das 8h do sábado, na própria igreja.

Praia do Marceneiro

O Grupo Tamo Junto solicitou à Justiça Itinerante, a realização de um casamento para 45 casais moradores da região da Praia do Marceneiro, localizada em Passo do Camaragibe. A cerimônia será realizada na segunda-feira (30), na capela ecumênica, também chamada de capela dos milagres, que fica da Rota Ecológica dos Milagres, na Praia do Marceneiro. 

O juiz André Gêda Peixoto Melo, que é coordenador do projeto, conduzirá o casamento, previsto para ocorrer às 17h.

Quaisquer instituições públicas, associações ou igrejas podem solicitar e agendar casamentos coletivos. Os custos cartorários são de responsabilidade dos solicitantes. Mais informações com a Justiça Itinerante, pelo telefone (82) 4009.3162. 

Primeira Edição © 2011