Confira as dicas de segurança para o Carnaval

Polícia Militar estará nas ruas com mais de 4 mil policiais

10/02/2018 10:04

A- A+

Agência Alagoas

compartilhar:

Para dar ao folião a garantia de um carnaval tranquilo, a Polícia Militar estará nas ruas com mais de 4 mil policiais militares, na capital e interior de Alagoas. Para aqueles que vão aproveitar os festejos em blocos e praias ou viajar para curtir as programações culturais que as cidades oferecem, a PM orienta os cidadãos a tomarem algumas medidas que contribuem para com a segurança pública.

Abaixo, segue a lista de ações que te ajudarão a passar o período carnavalesco de  em paz, como bem prioriza o tema exposto em nossas redes sociais oficiais no Facebook e Instagram: 'Este é só mais um carnaval! Brinque com alegria, não brinque com a vida!'

Dicas de segurança no trânsito:

  1. Mantenha o seu carro em condições de segurança e com gasolina suficiente para ir e voltar ao destino;
  2. Esteja atento às movimentações ao redor; aparelhos eletrônicos, como celular e tablete, distraem motoristas e os deixam mais vulneráveis à ação de criminosos;
  3. Mantenha sempre os vidros e as travas fechados;
  4. Ao avistar o semáforo vermelho reduza a velocidade, ficando o menor tempo possível parado;
  5. Ao parar no trânsito mantenha a distância do carro da frente, o suficiente para mudar de pista caso necessário;
  6. Caso seja informado por uma pessoa desconhecida sobre um possível defeito em seu carro, prossiga até um local conhecido, como posto de gasolina ou posto policial;
  7. Película protetora como a permitida por lei evita que observem à distância o que e quem está dentro do carro e não impede a ação da policia, caso necessária;
  8. Não deixe objetos, mesmo sem valor, à mostra dentro carro;

Em caso de viagens, além de verificar todas as condições mecânicas e elétricas do carro antes de viajar, vale observar as dicas a seguir:

  1. Se viajar peça ao vizinho para olhar a casa regularmente;
  2. Deixe um número de contato para qualquer eventualidade;
  3. Faça uma revisão no carro e organize a documentação pessoal;
  4. Planeje o roteiro da viagem, marcando os pontos de apoio existentes para casos de emergências;
  5. Caso fure o pneu, reduza a velocidade e dirija até um posto de gasolina ou base militar para fazer o reparo, mesmo que tenha que comprar outra roda, certamente correrá menor risco do que parar em qualquer ponto da estrada;
  6. Evite parar em locais ermos, sem iluminação ou tráfego de pessoas ou veículos;
  7. Evite entrar em ruas que não conhecem e que podem conduzir para locais com grande incidência de crimes.

Recomende às crianças:

  1. Para não aceitarem convites de estranhos para passear em carros, entrar em casas, terrenos ou garagens, mesmo que atraídas pela promessa de doces, chocolates, sorvetes ou refrigerantes. Esse é um recurso bastante usado por maníacos, tarados e sequestradores. Alerte-as para pedir ajuda a um policial;
  2. Tudo na vida tem sua hora, inclusive dirigir e pilotar automóveis e motos. Menor conduzindo veículos representa grande risco para si próprio, para os pais e para terceiros, principalmente se vier a envolver-se em acidentes.
  3. Na praia, a atenção deve ser redobrada. Não deixe a criança sozinha, coloque uma pulseira com identificação e um número de telefone para contato;
  4. Respeite e siga as orientações do Corpo de Bombeiros mais próximos no balneário.

Como lidar com os assaltantes

  1. Estabeleça códigos de acesso a sua casa, de maneira que um dos moradores surpreendidos por assaltantes possa avisar aos outros de que algo não vai bem. Acionado esse código, procure ganhar tempo. Não abra a porta e acione a Polícia Militar, informando da urgência do atendimento. Nós lhe daremos prioridade. Códigos entre vizinhos também podem ajudar;
  2. Em caso de roubo, não reaja. Acredite sempre que a arma do bandido é verdadeira e está carregada. Evite fazer gestos bruscos, que possam ser confundidos com reação de sua parte;
  3. Procure dialogar o mais cordialmente possível com os marginais, para acalmar os ânimos e amenizar sua fúria. Em geral, estarão mais nervosos que a vítima;
  4. Se não houver reação, a possibilidade de violência contra as vítimas é pequena. Assim, não se desespere;
  5. A Polícia Militar possui unidades especializadas em resgate de reféns. Portanto, confie e tenha calma;
  6. Assim que os bandidos deixarem o local, avise a Polícia Militar o mais rápido possível, transmitindo o ocorrido e as características dos mesmos.

Precisando, é só chamar

Disque 190 ou 181 (24hs por dia. Não precisa se identificar):

  • Exija que toda a família, inclusive as crianças saibam de cor esse telefone;
  • Conheça os locais mais comuns de estacionamento da patrulha policial no local do evento; ou chame o patrulheiro mais próximo.

Primeira Edição © 2011