Operações integradas serão uma constante

Programa Ronda no Bairro começa a colher êxitos

11/01/2018 15:49

A- A+

Agência Alagoas

compartilhar:

O Programa Ronda no Bairro (PRB), em conjunto com a Operação Lei Seca, realizou abordagens a veículos, com maior foco para motocicletas, que trafegavam na Av. Cleto Campelo, ao rádio 96 FM. Operações integradas serão uma constante no território ocupado pelo PRB.

Os números foram os seguintes: 212 pessoas foram submetidas ao teste de alcoolemia, mais conhecido como teste do bafômetro, nenhuma prisão efetuada por embriaguez e houve uma recusa à realização do teste; 202 veículos e condutores revistados, 3 CNHs recolhidas; 38 autos de infrações por diversas irregularidades trânsito e 10 inabilitados, fato que preocupou os agentes de segurança pública.

“Conseguimos abordar diversos veículos e podemos considerar a operação de hoje como bem sucedida. Averiguar os condutores e seus veículos é uma das formas de prevenir ocorrências e também de conscientizar a população sobre a importância de cumprir a legislação brasileira de trânsito”, afirmou o coordenador operacional do Ronda no Bairro, Capitão Andrade.

A Operação Lei Seca é de responsabilidade do Departamento Estadual de Trânsito de Alagoas (Detran-AL), sob o comando do Tenente Emanuel Costa, que prontamente atendeu o convite para montar a operação junto com o PRB. Além disso, a operação conta com o apoio do Batalhão de Trânsito (BPtran) da Polícia Militar de Alagoas (PMAL).

“Faremos sempre operações integradas no território. Todos os dias, em horários variados, realizamos a Operação Ônibus Seguro junto com BPE, BPTran e FT. Agora, passaremos a unir forças também com a Operação Lei Seca. Por orientação do governador Renan Filho, o nosso objetivo é o de ser mais um aliado e trabalhar em conjunto com as forças de segurança do Estado”, concluiu o Coronel RR Maxwell Santos, coordenador do Programa Ronda no Bairro.

Ronda no Bairro

60 policiais militares da reserva e da ativa atuam na área comercial do Jacintinho, nos dois turnos de serviço: das 6h30 às 14h30 e das 14h30 às 22h30, de segunda a sábado; e aos domingos de 6h30 às 14h30.

As patrulhas realizam rondas a pé, de moto e de bicicleta, na Av. Cleto Campelo, no trecho compreendido entre a TV Ponta Verde até a Madeireira Malta, com entrada na feirinha e no Mirante do bairro, onde fica localizada a Casa de Direitos. E todas as abordagens realizadas pelas patrulhas devem ser filmadas e armazenadas num servidor do Instituto de Tecnologia em Informática e Informação (Itec).

O Decreto de N° 57.008, de 2 de janeiro de 2018, instituiu o Programa Ronda no Bairro e, os militares voluntários executarão suas funções em seu período de folga, concorrendo a oito serviços, em concordância com a Lei Estadual N° 7.952, de 12 de dezembro de 2017, referente ao Serviço Voluntário Remunerado (SVR) de 8 horas.

O Ronda no Bairro precisa alcançar objetivos em seus eixos de atuação: segurança de proximidade; abordagem social/comunitária; atenção à população em situação de vulnerabilidade social e articulação para a requalificação de espaços de convivência mútua degradados.

Por isso, é considerado um programa de Governo, com envolvimento das Secretarias de Estado de Prevenção à Violência (Seprev), da Segurança Pública (SSP), da Assistência Social (Seades) e da Ressocialização e Inclusão Social (Seris).

Primeira Edição © 2011