Mulheres em situação de vulnerabilidade são capacitadas

Objetivo é a inclusão educacional, social e produtiva do público feminino

14/11/2017 18:12

A- A+

Agência Alagoas

compartilhar:

A Secretaria de Estado da Mulher e dos Direitos Humanos (Semudh) e o Programa Mulheres Mil do Instituto Federal de Alagoas (Ifal) vão promover, a partir do próximo mês, cursos profissionalizantes para mulheres em situação de vulnerabilidade,a exemplo de mulheres com deficiência e transexuais. Nesta terça-feira (14), representantes da Semudh e do Mulheres Mil discutiram os termos da parceria.

O Mulheres Mil, que faz parte do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), tem como objetivo promover a inclusão educacional, social e produtiva de mulheres em situação de vulnerabilidade, contribuindo Para a promoção da igualdade de gênero e o combate à violência contra a mulher.

O intuito é ofertar cursos de confecção de bijuterias, maquiagem, depilação e massagem. Por meio dessas capacitações as mulheres têm a oportunidade de elevar sua autoestima, escolaridade e obter uma qualificação profissional para inserção no mundo do trabalho.

A secretária de Estado da Mulher e dos Direitos Humanos, Claudia Simões, destacou a importância da promoção dos cursos. “Com essa capacitação vamos contemplar três segmentos de grande importância para a Semudh: mulher, pessoa com deficiência e os direitos humanos’’, afirmou ela.

Os cursos serão iniciados no dia 18 de dezembro, com aula inaugural no dia 5 de dezembro, e acontecerão três vezes por semana, na Central da Mulher e dos Direitos Humanos, localizada na Rua Augusto Cardoso, s/nº, na Jatiúca. A duração aproximada de cada capacitação é de seis meses.

Primeira Edição © 2011