Planta Maceió faz doação de 3 mil mudas na Bienal do Livro

09/10/2017 11:54

A- A+

Secom Maceió

compartilhar:

O projeto Planta Maceió promove, até o domingo (08), uma edição especial na 8ª Bienal do Livro de Alagoas, no Centro de Convenções. A ação ocorre por meio da parceria firmada entre a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Sustentável (Semds) e a Ufal, que nesta edição da Bienal reforçou as ações de responsabilidade ambiental no evento.

Além de ações educativas e oficinas de brinquedos recicláveis para crianças, ao todo, três mil mudas de árvores serão levadas para doação. “Nosso objetivo é trazer educação ambiental e com o apoio da população deixar Maceió mais arborizada. A cidade ainda carece de arborização em varias partes da cidade. Essa é a quarta edição do projeto. Na Bienal estamos doando um ou duas mudas para quem quiser levar para casa e ensinando como cuidar delas”, explicou Gustavo Acioli Torres, titular da Semds.

Gustavo Acioli Torres - Secretaria Municipal de Desenvolvimento Sustentável Foto:Marco Antonio/Secom Maceió
Gustavo Acioli Torres – Secretaria Municipal de Desenvolvimento Sustentável
Foto:Marco Antonio/Secom Maceió

Até domingo, o visitante que recebeu a sua muda também levará um folheto informativo e deve fornecer dados básicos para que a Semds possa monitorar as regiões do plantio a partir do projeto e também acompanhar o crescimento das plantas. “Acho uma ação muito eficiente para a cidade. Maceió carece de uma arborização mais efetiva, pois as árvores trazem um microclima muito adequado para a nossa cidade, com sombra e frescor”, disse a arquiteta, Larisse Menezes, que foi levou sua família para a Bienal.

Planta Maceió no Centro de Convenções Foto:Marco Antonio/Secom Maceió
Planta Maceió no Centro de Convenções
Foto:Marco Antonio/Secom Maceió

Responsabilidade socioambiental
A realização do projeto Planta Maceió na Bienal do Livro de Alagoas faz parte das ações promovidas pela Ufal para reduzir os impactos ecológicos causados pela estrutura e montagem da feira de livros, assim como pelo uso de energia e outros recursos naturais. Segundo a instituição, materiais recicláveis como plásticos, banners, papéis e vidros serão encaminhados à Cooperativa dos Recicladores de Maceió (Cooplum), responsável pelo recolhimento e tratamento desses resíduos.

 

Primeira Edição © 2011