Governo discute apoio às micro e pequenas empresas de Alagoas

31/07/2017 17:56

A- A+

Agência Alagoas

compartilhar:

O ambiente de negócios para os pequenos empresários e os possíveis avanços no segmento de desenvolvimento econômico foram discutidos nesta segunda-feira (31), durante a 2ª reunião Plenária do Fórum Estadual das Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Fempe). O encontro teve como objetivo o monitoramento das atividades e projetos previstos dentro do plano de ação, apresentado no início de 2017.

Retomado pela Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Turismo (Sedetur), o Fempe reúne, além do Governo do Estado, diversos atores comprometidos com a elaboração de políticas públicas eficientes e que apresentem resultados expressivos para as demandas dos empresários, como o Sebrae e a Universidade Federal de Alagoas (Ufal).

Na ocasião, foram discutidos projetos como o Compra Alagoas, Vitrine Tecnológica e a integração entre a Rede Nacional para a Simplificação do Registro e da Legalização de Empresas e Negócios (Redesim), coordenado pela Junta Comercial de Alagoas (Juceal), e o Instituto do Meio Ambiente (IMA).

A importância do segmento para a economia de Alagoas é evidenciada em dados. Segundo balanço realizado pela Juceal, 93% dos empreendimentos de Alagoas são micro e pequenas empresas (MPEs).

“A aposta na inclusão produtiva do pequeno empresário é um dos principais caminhos que o Governo do Estado segue dentro do seu planejamento estratégico. Pensando nisso, temos todos os parceiros necessários para a execução de grandes projetos. O envolvimento de diferentes órgãos é fundamental para a integração do pequeno no mercado”, ressaltou a superintendente de Desenvolvimento Regional e Setorial da Sedetur, Giselle Mascarenhas.

O encontro aconteceu na Sala de Monitoramento da Secretaria de Estado do Planejamento, Gestão e Patrimônio (Seplag), no Centro.

Primeira Edição © 2011