Técnico do Palmeiras elogia paciência do time e da torcida após vitória

16/03/2017 12:54

A- A+

Estadão Conteúdo

compartilhar:

A paciência foi o segredo da vitória do Palmeiras por 1 a 0 sobre o Jorge Wilstermann, nesta quarta-feira, pela Copa Libertadores. Na opinião do técnico Eduardo Baptista, a virtude foi fundamental para manter o elenco focado no jogo e a torcida no Allianz Parque sem demonstrar desânimo, condições que segundo ele foram importantes para conseguir o gol com Mina, já aos 50 minutos da etapa final.

“A torcida ‘comprou’ o time e foi papel fundamental para esse gol, para não deixar desanimar no fim, quando o cansaço bate. Foi uma sinergia muito forte que nos levou até essa vitória importantíssima”, disse o treinador em entrevista coletiva depois da partida. O Palmeiras se tornou líder do grupo 5 da Libertadores com o resultado. A equipe tem quatro pontos, contra três Jorge Wilstermann, atual campeão boliviano.

Assim como avaliou a estreia, o empate por 1 a 1 com o Atlético Tucumán, na Argentina, Baptista analisou que a partida desta quarta-feira demonstrou maturidade da equipe para compreender como se joga uma Libertadores. “O espírito é outro, mais aguerrido. Tentamos jogar o tempo inteiro, e nossa virtude foi não se desorganizar. Não desistimos, tivemos a paciência para rodar a bola e chegar ao gol”, explicou.

A partida teve a presença de 38 mil torcedores, o maior público do Allianz Parque para jogos de Copa Libertadores. Baptista elogiou o comportamento dos palmeirenses, pois considerou que mesmo empatado em 0 a 0 até perto do fim, não houve sinais de reprovação. “Tínhamos a sensação de que íamos fazer o gol. Conseguimos passar isso para o torcedor, que empurrou até o momento. O gol teve muito dessa torcida”, disse. A vitória foi sacramentada no último lance do jogo.

Baptista terá agora um outro clássico pela frente. No domingo, o Palmeiras enfrenta o Santos, na Vila Belmiro, pelo Campeonato Paulista. Já pela Copa Libertadores, o próximo compromisso será apenas no próximo mês. Em 12 de abril o Palmeiras recebe o Peñarol, do Uruguai, pela terceira rodada.

Primeira Edição © 2011