IMA e Prefeituras fecham lixões para cumprir Política de Resíduos Sólidos

Com fechamento de vazadouros, resíduos passaram a ser enviados para aterros licenciados

23/01/2017 10:57

A- A+

Clarice Maia - Agência Alagoas

compartilhar:

Com o fechamento do lixão do município de Atalaia, essa semana, o Governo de Alagoas interrompeu 22 vazadouros, evitando a disposição irregular de resíduos sólidos. O Instituto do Meio Ambiente (IMA) que, com apoio dos municípios, será possível minimizar o problema.

“O recolhimento do lixo é um serviço essencial nas cidades. Não podemos simplesmente chegar e fechar, é preciso que os municípios tenham alternativas”, disse Ermi Ferrari, gerente de Monitoramento e Fiscalização do IMA.

O IMA interditou os lixões de de Arapiraca, São Sebastião, Igaci, Feira Grande, Taquarana, Coité do Nóia, Ouro Branco e Palmeira dos Índios.

As prefeituras de Marechal Deodoro, Lagoa da Canoa, Atalaia, Santa Luzia do Norte, Carneiros, Batalha, Monteirópolis, Olivença, São José da Tapera, Senador Rui Palmeira, Olho D’água das Flores, Pilar, Limoeiro do Anadia e Santana do Ipanema fecharam antes da interdição e também passaram a enviar os resíduos produzidos para aterros licenciados.

Para os fechamentos está sendo considerada a presença na região de aterros licenciados, como as Centrais de Tratamento de Resíduos Metropolitano e do Agreste, construídos pela iniciativa privada, ou os aterros construídos por municípios consorciados regionalmente.

Primeira Edição © 2011