Enquete aponta 'Praia do Gunga' como a mais bonita do interior do Nordeste

Entre inúmeras belezas, evidentemente o Nordeste possui belíssimas praias, algumas são verdadeiros paraísos

30/11/2016 12:32

A- A+

Portal Brasileiro de Turismo

compartilhar:

Em enquete realizada pelo portal Visite o Brasil (visiteobrasil.com.br), site especializado em conteúdos turísticos, onde se questiona “Qual a Praia mais bonita do interior do Nordeste?”, das 05 mais bem votadas, o primeiro lugar ficou para a 'Praia do Gunga' – localizada no município de Barra de São Miguel, no Estado de Alagoas a 33 km ao sul de Maceió –. A praia é composta de águas calmas, verdes e cristalinas, areia branca e fofa e centenas de enormes coqueiros em toda sua extensão.

Dois bicos de areia em forma de 'cotovelos' dão a impressão de formar pequenas e aconchegantes praias, tornando o lugar ainda mais paradisíaco e foi escolhida como a mais bonita do interior do Nordeste brasileiro, conforme preferência e escolha dos turistas. Sem sombras de dúvidas a praia do Gunga encanta os visitantes por suas belezas naturais, com águas bem cristalinas e cenários paradisíacos e deverá se fixar ainda mais, na lista dos destinos mais desejados dos turistas.

Além da Praia do Gunga, os cinco destinos mais votados foram: Praia Baía do Sancho, Fernando de Noronha (2º lugar); Praia de Boipeba (Ilha) Moreré, Arquipélago de Tinharé-Ba (3º lugar); Praia de Pipa, Tibau do Sul - RN (4º lugar); Praia do Saco, na cidade de Estância –Se (5º lugar). As demais praias que estão entre as 10 mais bonitas, são: Maragogi – AL, Praia da Tiririca, Itacaré-Ba; Praia da Pedra Furada, Jericoaçoara – Pe; Praia de Águas Belas, Cascavel – Ce e Praia Pontal de Maracaipe, Porto de Galinhas – Pe.

Entre inúmeras belezas, evidentemente o Nordeste possui belíssimas praias, algumas são verdadeiros paraísos. O litoral nordestino além de extenso, é muito rico em diversidade, bem como, é a perfeita combinação entre sol e mar e, cada vez mais atrai visitantes de todo o mundo. Existem muitas outras maravilhas, contudo, fizemos algumas pesquisas e listamos as 10 melhores, assim consideradas por alguns profissionais do trade.

Em sua ponta esquerda, onde avistamos a Barra de São Miguel, há o encontro do mar com as águas quentes e serenas da Lagoa do Roteiro. Este é o lado mais movimentado da praia, com mais de dez quiosques à disposição dos turistas, que servem diversas opções de porções e pratos, como peixes e lagostas. Na extremidade direita, encontramos as falésias, rochas íngremes esculpidas pela natureza, de areia colorida. Para chegar até elas, o turista pode optar em fazer o passeio de buggy ou fazer uma longa caminha pela praia quase deserta. Como se trata de uma propriedade particular, a praia tem cercas de proteção entre os coqueiros que costeiam toda a sua extensão, mas nem elas são capazes de tirar a beleza do lugar.

Há duas formas de chegar ao Gunga. A primeira é pelo porto de Barra de São Miguel, onde é possível pegar embarcações, como lanchas ou escunas, que levam à praia. A travessia leva em torno de 20 minutos. Para quem opta em ir de lancha, há dois outros tipos de passeios oferecidos e ambos saem às 8h. O primeiro inclui uma parada no aquário natural, piscinas formadas pelos arrecifes de corais que se encontram ao longo de toda a costa da Barra de São Miguel, e ancoragem nas Croas, grandes bancos de areias que se formam na foz da Lagoa do Roteiro.

O segundo passeio também inclui os aquários naturais, depois passa pelos manguezais, localizado na Ilha de Três Corações, e em seguida nas falésias de areias coloridas, para depois desembarcar no Gunga. Em ambos os roteiros, o turista pode escolher o horário de retorno para a Barra, mas não pode ultrapassar às 17h.

Há também a possibilidade de ir de carro e passar pela entrada da fazenda de cocos e atravessar a propriedade gratuitamente. Para entrar, basta se identificar e respeitar os pedidos de preservação do local. Outras opções de lazer são oferecidas na própria praia, como os passeios de jangadas e jet ski. Generosa com os pescadores, muitas pessoas escolhem o lado mais calmo da praia para praticar a pesca. A princípio não é possível ficar acampado no Gunga. Segundo um segurança do local, essa não é uma prática comum. Os turistas que desejam visitar a praia devem se hospedar em Maceió ou na Barra de São Miguel.

Fonte : Danielle Noronha/UOL)

Primeira Edição © 2011