Cara páscoa

24/03/2015 18:30

A- A+

Redação

compartilhar:

Páscoa se aproximando. Vejo constantes comparações com os preços dos ovos e barras de chocolate. Entre uma barra de 100g e um ovo de chocolate número 15, alguns dizem que é mais vantagem comprar a barra de chocolate. Discordo.

Discordo até pela base da comparação. Comparar barra com ovo é o mesmo que comparar banana com laranja. A única coisa que tem em comum é que são frutas, assim como os primeiros itens tem apenas em comum a matéria prima, chocolate.

A primeira razão para que o ovo de chocolate seja mais caro que a barra é a própria sazonalidade. Ovo de chocolate não "dá" o ano todo, diferentemente da barra de chocolate cuja oferta é constante.

Segundo, o ovo de chocolate por necessitar de uma logística diferenciada faz com que seu preço se eleve sobremaneira. Dados do bloglogistica.com.br apontam que esse item representa aproximadamente 40% do custo: para o transporte, os ovos são mais volumosos que a barra de chocolate, são necessários caminhões refrigerados, armazéns climatizados, cuidados redobrados no manuseio etc;

Terceiro, o trabalho de embalagem, chamado nas fábricas de " fantasiar" o ovo, é essencialmente manual, o que não ocorre no processo de embalagem das barras, que é todo automatizado. O custo de mão de obra para o enfeite do ovo é de aproximadamente 20% do custo.

Quarto, o custo com embalagem é em torno de 16%. Embalagens especiais, mais elaboradas, caixas de papelão estilizadas, presilhas, brinquedos, plásticos etc.

Agrega-se a esses fatores demais custos de seguros, custos de licenças de uso de imagens de personagens infantis etc.

Ademais, os indicadores recentes da economia como, inflação, desvalorização do Real diante do Dólar, elevação do custo da energia elétrica, aumento do preço dos combustíveis, elevação da taxa de juros básica da economia (SELIC), pressionam cada vez mais para baixo o poder de compra do trabalhador.

Então, temos de um lado um produto que é ofertado apenas uma vez no ano com seu preço alto e, no sentido oposto, fatores macroeconômicos derrubando o poder de compra consumidor.

Entendo que há basicamete dois tipos de consumidores: (a) o que gosta de comer chocolate, nesse caso terá sua decisão de compra bem definida e irá optar pela barra e, (b) o que quer comer um chocolate diferenciado, com maior valor agregado, com mais glamour; esse optará pelo ovo de páscoa.

Primeira Edição © 2011