Setur convoca instituições para atender solicitação de guias de turismo

Profissionais buscam certificação nacional para atuar em outros estados

29/05/2014 05:43

A- A+

Divulgação

compartilhar:

Os guias de turismo com certificação regional que atuam em Maragogi cobraram do Senac a realização do terceiro módulo do curso Guias de Turismo, que permite que os eles atuem em todo país. Essa certificação é fundamental para que os profissionais possam transitar, por exemplo, com turistas em Pernambuco, onde está localizada a praia de Porto de Galinhas. Sem a documentação, eles estão sendo impedidos de cruzar as fronteiras.

O representante do Singtur, Henrique Dantas, destaca a importância de um guia durante a viagem. “O guia é quem tem o poder de encantar o turista e trazê-lo de volta ao destino. Por isso, precisamos somar a força dos parceiros para qualificá-los”, explicou. A solicitação do curso foi feita através de um abaixo-assinado, entregue pela representante do APL Costa dos Corais – Larissa Borsato – à coordenadora do curso de Turismo e Hospitalidade do Senac, Enézia Vigolvino, na reunião que aconteceu ontem (27) na Secretaria de Estado do Turismo (Setur).

Enézia Vigolvino esclareceu que o alto índice de evasão é o principal motivo de o terceiro módulo não ser ofertado. “Muitos alunos começam o curso e após o segundo módulo, com a habilitação regional em mãos, começam a desempenhar a atividade. Porém, muitos não concluem, alegando a ausência de tempo”, esclareceu. Durante a reunião, a coordenadora do curso de Turismo do Senac se comprometeu em oferecer o módulo, mas apresentou alguns critérios que precisam ser atendidos de forma ágil para que seja possível a realização desta “força tarefa”.

O Senac responsabilizou-se pelo professor e material do curso. As outras despesas, como sala de aula equipada, sala de informática, ônibus para Recife e João Pessoa, hospedagem em ambos os destinos para a turma e hospedagem do instrutor na Região durante o curso, serão custeados com a parceria entre Costa dos Corais Convention, prefeitura de Maragogi e demais instituições. Uma próxima reunião para acompanhamento das ações será realizada no dia 03 de junho na sede da Setur.

Renato Lobo, Chefe de Gabinete da Setur e articulador da reunião, destaca a importância do cumprimento das metas propostas pelo Plano Estratégico de Desenvolvimento do Turismo, pois são fundamentais para o alcance desta mobilização. “Os guias de turismo devem estar cadastrados no Cadastur, para desenvolver o seu papel com competência. E a parceria com as instituições envolvidas é fundamental para qualificar os alunos e atender as necessidades dos territórios e do mercado”, enfatizou.

Outras solicitações

A reunião também serviu para atender outras solicitações do Singtur, entre elas, a qualificação dos informantes turísticos, que atuam como orientadores do destino, mas sem reconhecimento formal, em municípios como União dos Palmares e Penedo.

Instituições Presentes

Estiveram presentes na reunião Renato Lôbo, Chefe de Gabinete da Setur; Francis Hurst, Interlocutor da Região Metropolitana e Agreste; Mell Bezerra, Interlocutora Lagoas e Mares do Sul e Quilombos; Sandra Villanova, Interlocutora Caminhos do São Francisco; Thereza Dantas, Interlocutora da Região Costa dos Corais;  Larissa Borsato, Gestora APL Costa dos Corais; Rosário Passos, Representante do Cadastur; Vanessa Andrade e Ana Elizabeth, Representantes do Procon; Ana Cecília, Representante da Semptur; Elisangela Borges, Tropicana Turismo; Débora Lima e Bruna Dias; Jacineide Maia, Secretária de Turismo de União dos Palmares; Everson Pontes Representante da Secretaria de Estado do Planejamento e Desenvolvimento Econômico (Seplande) Enézia Vigolvino, Representante do Senac e Henrique Dantas, Representante do Singtur. Ainda foram convocados e não compareceram o Grupo de Receptivos de Alagoas (Gral) e Instituto Federal de Alagoas (Ifal).

Primeira Edição © 2011