Estudantes podem participar de Concurso de Curtas sobre a Lei Maria da Penha

Vídeos devem ser postados no YouTube e abordarem assuntos relacionados à Lei

06/11/2013 13:50

A- A+

Agência Alagoas

compartilhar:

Estudantes da rede estadual, que tenham entre 14 e 18 anos, podem participar da 2ª Edição do Concurso de Curtas sobre a Lei Maria da Penha, com a temática “Violência contra a mulher, o que você tem a ver com isso? Grave um vídeo. Compartilhe com o mundo”. Para participar do concurso o aluno deve gravar e postar o vídeo no YouTube e também efetuar a inscrição até o dia 15 de dezembro.

Os estudantes devem produzir um vídeo de um a cinco minutos, que pode ser feito por celular ou câmera. O vídeo deve ser postado no site de carregamento de arquivos do YouTube. As obras publicadas devem ser inéditas, sendo supervisionada por um professor. Cada aluno deve inscrever apenas um vídeo.

Posteriormente, os dados do candidato devem ser preenchidos no site: http://www.curtamariadapenha.com.br. Feito isso, devem anexar o link do arquivo postado no YouTube no campo correspondente da ficha de inscrição.

Os vencedores terão seus vídeos exibidos nos veículos de comunicação da Câmara dos Deputados, do Senado Federal, do Ministério da Educação e nas redes de comunicação dos parceiros, a exemplo do Banco Mundial, e também publicados no portal.

A iniciativa tem como objetivo chamar a atenção de maneira criativa e diferente para o problema da violência contra a mulher. Além de perceber o impacto que o assunto gera na sociedade. Com o concurso, estudantes podem se envolver diretamente com o incentivo de fazer valer a lei sancionada no Brasil em 2006, com o objetivo de proteger as mulheres que sofrem agressões no âmbito doméstico ou familiar.

A discussão, considerada de grande importância para o crescimento e desenvolvimento desses estudantes, deve ser trazida para as salas de aula com o objetivo de gerar desde cedo uma reflexão sobre as causas da violência, bem como as diversas formas de prevenção.

Premiação – O concurso premiará seis alunos, sendo um por região e outro por júri popular, além dos seis professores responsáveis pelas obras inscritas. Serão distribuídos entre os vencedores um tablet para cada e uma viagem a Brasília para participar da cerimônia de entrega dos prêmios. O evento deve acontecer no Dia Internacional Internacional da Mulher, no Congresso Nacional, em março do ano de 2014.

O Concurso está sendo promovido pelas Procuradorias da Mulher da Câmara dos Deputados e do Senado Federal, em conjunto com a Bancada Feminina e apoio do Banco Mundial. 

Primeira Edição © 2011