Vida e obra de Graciliano Ramos é tema da Flip 2013

A Flip 2013 se estende até o próximo domingo (7)

05/07/2013 14:42

A- A+

Robson Muller - Estagiário

compartilhar:

A vida e a obra de Graciliano Ramos foi o eixo da discussão da primeira mesa da Festa Literária Internacional de Paraty (Flip), no Rio de Janeiro, desta sexta-feira (5). O diálogo, que foi moderada por José Luiz Passos, contou com a participação do pesquisador brasilianista Randal Johnson, do sociólogo Sérgio Miceli e Dênis de Morais, biógrafo do escritor alagoano.

Com o tema Graciliano Ramos: ficha política, a discussão refletiu sobre qual o destino da autonomia de um intelectual quando ele trabalha para um poder constituído, sobre os limites que Graciliano é apresentado na história oficial e se é possível associar as preocupações sociais do autor com os conflitos sexuais de seus personagens.

Durante o diálogo sobre sexualidade na obra de Graciliano Ramos, que por sinal deixou o público bem entretido, Miceli pontuou Caetés, São Bernardo e Angústia, por maio da insegurança sexual de seus personagens João Valério, Paulo Honório e Luiz da Silva, respectivamente. 

“O grande gênio Graciliano está na capacidade de não dissociar todos os domínios da existência. Essa transcrição entre a experiência do declínio, da destruição, e o tormento sexual e amoroso, isso é lidar com a política no que interessa, que é na subjetividade”, colocou.

Para Randal Johnson, Graciliano foi muito bem sucedido na transposição de Vidas Secas, São Bernardo e Memória do Cárcere para as telas. “Isso mostra a maestria de Graciliano, que permite várias leituras. Essas adaptações permitiram que os cineastas fizessem intervenções políticas sobre suas respectivas épocas”.

Para Dênis de Morais, autor de O Velho Graça, o escritor alagoano mostrou que é possível sim praticar política com o ‘p’ maiúsculo. “Ele diz muito ao país que está rebelado nas ruas. Teremos Copa do Mundo milionária num país com tantos problemas. Graciliano chama a nossa atenção para a necessidade da coerência ética”.

Com a presença de autores reconhecidos no mundo inteiro, a Flip 2013 se estende até o próximo domingo (7).

Com informações do evento.

Primeira Edição © 2011