Dia Mundial da Fibromialgia alerta sobre síndrome

Tensão e estresse podem estar relacionados com a doença

12/05/2013 06:56

A- A+

Márcio Ândrei

compartilhar:

No Dia Mundial da Fibromialgia, doença considerada uma síndrome por englobar uma série de manifestações clínicas, a Abrafibro (Associação Brasileira dos Fibromiálgicos), pretende sensibilizar as pessoas, neste 12 de maio, para as dificuldades que aqueles que são acometidos pela enfermidade enfrentam no seu dia a dia.

Na data mundial de conscientização a respeito da doença, vale lembrar que a síndrome tem como principiais sintomas a indisposição, contínua sensação de cansaço, dor crônica e generalizada por todo o corpo, alterações no sono, cefaleia e distúrbios emocionais e psicológicos que atormentam as pessoas, onde geralmente não têm conhecimento da fibromialgia.

Outro detalhe sobre a enfermidade é o fato de se apresentar como uma forma de reumatismo associada à sensibilidade do indivíduo frente a um estímulo doloroso, que se justifica pelo fato de envolver músculos, tendões e ligamentos.

Com causa específica desconhecida, especula-se que tensão e estresse podem estar relacionados ao aparecimento da fibromialgia. Por não existirem exames laboratoriais que possam orientar os médicos, seu diagnóstico ainda é difícil e demorado, consistindo de exame clínico. Atingindo principalmente mulheres acima que 40 anos, a fibromialgia só passou a ser reconhecida como doença em 1990.

De acordo com os especialistas, para um paciente ser diagnosticado como fibromiálgico, ele precisa se queixar de dor difusa há mais de três meses, ter distúrbios no sono e apresentar sensibilidade em pelo menos 11 dos 18 pontos do exame clínico. Como os sintomas são parecidos com os de outras patologias (de tendinite e gota a lúpus, hipotireoidismo e até esclerose múltipla) e como nem todos os médicos conhecem a síndrome, os pacientes podem sofrer anos até obter o diagnóstico.

#Com informações da web
 

Primeira Edição © 2011