Maceió recebe o primeiro cruzeiro de 2013

03/01/2013 12:34

A- A+

Assessoria

compartilhar:

A capital alagoana receberá cerca de 45 mil cruzeiristas durante a temporada 2012/2013, que começou em novembro do ano passado e terminará dia 30 de março. A temporada de cruzeiros está movimentando a economia da cidade com compras, passeios e gastronomia. Nesta quinta-feira (3), às 7 horas, atracou no Porto de Maceió o cruzeiro Amadea, de bandeira das Bahamas, com 620 passageiros e 260 tripulantes, a maioria de origem européia.

O navio que chegou de Recife partiu às 13h com destino à cidade de Salvador (Bahia), mas apesar do tempo curto, os turistas compraram passeios da agência receptiva para fazer o “city tour” pelo Centro da Cidade e praia do Francês. Já outros preferiram conhecer a cidade de táxi ou a pé, a exemplo da alemã Bianca Breitabarth, uma das tripulantes do navio.

A alemã Bianca disse que sempre que o navio atraca em Maceió prefere curtir as praias e o sol da cidade. “As praias são lindas”, disse ela que aproveitou para pegar o mapa turístico da cidade em inglês.

O Centro de Informação Turística instalado no Terminal de Receptivo do Porto de Maceió, disponibiliza para o turista o mapa da cidade em quatro idiomas: português, inglês, espanhol e italiano. Segundo a secretária Municipal de Promoção de Turismo, Claudia Pessôa, a maioria dos turistas estrangeiros gosta de receber o mapa porque é uma forma fácil de receber informações sobre as praias, museus, artesanato, restaurantes.

“Com o mapa, o visitante tem mais agilidade para andar pela cidade e aproveitar melhor o tempo para conhecer a nossa bela Maceió. Além do cruzeirista movimentar a economia da capital, também receber bem o visitante é um marketing para que ele retorne como nosso hóspede”, disse Claudia Pessôa.

O Porto de Maceió, em parceria com o governo do Estado e Prefeitura, estruturou o espaço receptivo climatizado, com artesanato, centro de informações turísticas, posto de primeiro socorros, Procon, banheiros e internet de graça para que os turistas sejam bem recebidos e retornem a Maceió.

Primeira Edição © 2011