Ambulantes retirados da rua reclamam do novo local de vendas dado pela prefeitura

Sem cobertura e banheiros, comerciantes dizem que a população nem entra

09/08/2012 13:57

A- A+

Marcos Filipe Sousa

compartilhar:

Com cara de descontentamento, os ambulantes que saíram das ruas do Centro de Maceió, estavam armando suas barracas no local destinado pela Prefeitura de Maceió na tarde de hoje (09).

“Chovendo ninguém vem comprar”, disse o comerciante Jairo Santos que antes consertava sapatos na Praça Palmeiras. A maioria dos trabalhadores reclama das condições do local, dizendo que não está coberto. “Nem uma favela é tão desorganizada. Cada um com um guarda sol para se proteger e quem possui mais condições está montando a sua barraca”, completou o sapateiro.

Já o vendedor de roupas Guilherme Soares disse que o local não é favorável. “As pessoas não estão vindo comprar. Normalmente consigo R$ 200 nas vendas, até agora vendi uma peça de roupa no valor de R$15”, falou indignado.

Enquanto fazíamos a reportagem, outros ambulantes denunciaram que durante a remoção, alguns fiscais da prefeitura ameaçaram os trabalhadores dizendo que se visse algum ambulante na rua, sairiam com força bruta.

A maioria dos comerciantes quer a instalação de tendas e banheiros químicos. “Queremos, no mínimo, uma condição digna para trabalhar”, completou o vendedor de roupa.
 

galeria de fotos seta

Primeira Edição © 2011