Plano de Saúde para Animais: Maceió já conta com essa cobertura

Uma boa solução para a prevenção de doenças no seu cão ou gato de estimação e também para o seu controle financeiro

07/08/2012 16:15

A- A+

Jessica Pacheco

compartilhar:

Para criar cães ou gatos como animais de estimação, amor e carinhos não são os únicos elementos necessários. Esses animais precisam também de um acompanhamento veterinário intenso desde os seus primeiros meses, com vacinas, vermifugação, castração e outros tratamentos veterinários para impedir que seu animalzinho adoeça.

Todo esse cuidado gera gastos, por vezes, tão inesperados que deixam as pessoas receosas, com medo de não ter condições de manter esse animal. Pensando dessa forma, um grupo de empresários criou um plano de saúde animal, o Pet Saúde, que já trabalha em Maceió há dois anos.

Primeira EdiçãoDe acordo com o empresário D’Narte Hermógenes Bastos, o Pet Saúde foi criado em agosto de 2010, já conta com cinco clínicas credenciadas no plano de saúde animal e com a parceria do único laboratório de análises animais em Maceió, o Centro Vet. Mas ainda assim, D’Narte se diz ainda em ‘fase de conquistas’ no mercado dos PETS.

“Nós já contamos com pelo menos cinco clínicas veterinárias credenciadas e estamos em fase de negociação com outras. O ideal é que quando o credenciado precisar levar o seu animal ao veterinário, encontre um profissional próximo à sua residência, é isso que almejamos”, explicou o empresário.

Para aqueles que acham que ter uma plano de saúde para seu animal é extravagância desnecessários, D’Narte ressalta que é muita mais barato manter um plano e se manter precavido com emergências, do que ter que desembolsar dinheiro na hora – que as vezes não temos – para bancar um tratamento de urgência, por exemplo.

“O nosso foco é prevenir, sempre realizando avaliações clínicas. Dessa forma, nós evitamos que o animal adoeça. Cães por exemplos, dependendo da raça nós sabemos que tipos de doenças ele pode contrair e através do acompanhamento, esses problemas podem ser prevenidos”, explicou o proprietário da Pet Saúde. “E caso aja alguma emergência, o animal vai ter toda a assistência, pois o plano vai cobrir”, disse D’Narte. “Quem escolhe ter um animal de estimação sabe que ele, gato ou cachorro, necessita de alguns cuidados e ter um plano de saúde animal é ter controle financeiro também acerca desses cuidados que são necessários”, finalizou Bastos.

O Pet Saúde conta com dois tipos diferentes de cobertura, o básico com direito a consultas, diagnósticos e vacinas; e o especial que inclui todo o básico e mais a internação dos animais. Segundo D’Narte Bastos, o valor do plano Pet Saúde varia conforme a avaliação clínica de animal para animal, mas em média os planos ficam entre R$40 a R$100.
Curiosamente, nos animais credenciados pelo Pet Saúde são implantados com um micro chip com todo a avaliação veterinário daquele animal, além de dados do mesmo e do proprietário, o que facilita o seu acompanhamento.

Primeira Edição

Novas Parcerias

A Pet Saúde está começando uma nova parceria com a empresa nacional (com mercado também internacional) Korth – AnimallTAG que trabalha com a identificação eletrônica de animais, os inovadores e de alta tecnologia, micro chips.

Jessica Pacheco

Jessica PachecoOs chips de identificação da AnimallTAG são implantados de forma subcutânea entre as escapulas do animal, indolor e de vida útil quase infinita. A tecnologia tem o objetivo de identificar o animal, prevenindo fugas ou desaparecimentos.

“Os micro chips são decifrados por leitores que estarão presentes na Pet Saúde e nas clínicas veterinárias. 

 

Jessica Pacheco

Além desses pontos, a AnimallTAG, traz também o ‘poste de identificação’ que deve ficar em pontos estratégicos na cidade”, explicou Carlos Machado representante da AnimallTAG. “Os animais implantados com chips da AnimallTAG recebem também uma pulseirinha com a nossa marca, que identifica o animal. Então basta que a pessoa que o encontrou leve o animal até esse local e passe o chip sob o leitor que o poste de identificação fará a pesquisa e passará uma mensagem para o proprietário do animal”, explicou. 

Jessica PachecoSegundo Machado, além de mandar a mensagem para o dono, o poste pode fornecer para quem encontrou o animal o número do telefone e o endereço do proprietário, basta que este último permita isso na contratação do serviço.

Com o fechamento da parceria, que ainda deve ser confirmado, a Pet Saúde pretende conta com a implantação de pelo menos 10 postes como estes distribuídos em várias partes da cidade. Essa tecnologia já é utilizada em Curitiba e São Carlos, ambas no estado de São Paulo.

Pet Saúde e a Responsabilidade Social

No momento da entrevista, a reportagem do Primeira Edição ‘atrapalhou’ uma reunião entre os representantes da Pet Saúde e da AnimallTAG com a presidente do Núcleo de Educação Ambiental São Francisco de Assis (Neafa Maceió), Cristiane Leite.

Segundo empresários D’Narte, a Pet Saúde está buscando parcerias não só mercadológicas, mas também voltadas para a responsabilidade social. E o Neafa, por seu notório trabalho de bem estar animal em Maceió, será uma grande parceria, segundo o empresário.

“Além de comercializar dos chips, nós já pensamos em realizar um trabalho de ‘microchipagem’ de animais. Para assim coibir fugas de animais e desaparecimentos. Além disso, pretendemos também realizar um trabalho de conscientização”, disse o empresário.

*Para saber mais detalhes sobre o Plano de Saúde Animal em Alagoas, basta entrar em contato o Pet Saúde, localizado na Avenida Fernandes Lima, no Ed. Eusébio Correia de Lima, 1434, 2º andar, sala 206. Fone: (82) 3317.9600

Primeira Edição © 2011