Rádio Primeira Edição - Ouça agora!

notícias > Meio-ambiente setas

PUBLICIDADE

Municípios podem investir na preservação de biomas e ecossistemas

A abertura de um parque municipal em plena caatinga serve de exemplo e incentivo para iniciativas de manutenção da fauna e flora

26/07/2012 07:15

A- A+

Redação

compartilhar:

Assessoria

Um espaço aberto para visitação e aproximação com a fauna e a flora, em plena Caatinga alagoana. Assim é o Parque Municipal da Pedra do Sino, recém inaugurado em Piranhas e que pode servir para inspirar outros municípios do estado a preservar importantes fragmentos de vegetação nativa. A Diretoria de Unidades de Conservação (Diruc) do Instituto do Meio Ambiente (IMA) apóia e pode fornecer as informações necessárias para efetivar esse tipo de iniciativa.

A categoria Parque Municipal é prevista pelo Sistema Nacional de Unidades de Conservação (SNUC). Nesse caso, fica sob a responsabilidade do poder público local. “Em Alagoas dispomos de algumas áreas que guardam importantes remanescentes de biomas como a Caatinga. Os municípios podem se animar para preservar e também proporcionar a visitação para o turismo, pesquisa, entre outros”, explica Alex Nazário, diretor de Unidades de Conservação (UC).

Asserssoria

A Pedro do Sino, em Piranhas



O diretor-presidente do IMA, Adriano Augusto, explica que dessa forma “é possível aliar a preservação de espécies com o desenvolvimento. Vez que podem ser ampliadas as formas de geração de renda”. O Parque Municipal da Pedra do Sino incrementa o turismo, de modo indireto com a abertura de mais um espaço de visitação, vez que Piranhas configura importante centro de visitação por conta da história e da presença da hidrelétrica de Xingó – construída na divisa com Sergipe, nos cânions do rio São Francisco.

Além disso, gera renda direta com o surgimento de novos empregos, como o de segurança e o de guia turístico, por exemplo. “Nenhuma pessoa é liberada a fazer as trilhas sem que esteja acompanhada por um guia. Ele explica os detalhes do caminho e impede que haja agressão ao meio ambiente”, explica Clênio Tavares, Secretário Municipal de Pesca e de Meio Ambiente.

Parque da Pedra do Sino
Com o nome fantasia Parque Ecológico Municipal Pedra do Sino, o espaço foi inaugurado dia 05 de julho. Inicialmente ele tinha 22,3 hectares , a prefeitura ampliou a área e realizou ações, no intuito de mostrar à população a importância do Parque. “Aos poucos tentamos fazer com que os moradores não coloquem os animais maiores para pastar dentro da área de preservação e melhoramos a infra-estrutura, inclusive das casas no entorno da entrada localizada na parte histórica da cidade”, disse o secretário.

Ele explica ainda que o local é uma das 53 áreas de preservação da Caatinga no Nordeste. Em Alagoas há outra importante Unidade de Conservação localizada no sertão: o Refúgio da Vida Silvestre dos Morros do Caraunã e do Padre - criada pelo Decreto n º 17.935/2012, no município de Água Branca.

“O trabalho foi bem feito em Piranhas e é uma experiência que pode ser levada para outros lugares. O IMA apóia esse tipo de iniciativa e pode contribuir tanto com as orientações quanto aos passos para atendimento à legislação ambiental como com atividades práticas, como o levantamento florístico que pode ser feito pelo Herbário”, disse Adriano Augusto.

O bonito local está bem sinalizado – com explicação em português, espanhol e inglês, e há boa estrutura de atendimento – inclusive com um redário. Possui um pequeno riacho, afluente do Rio São Francisco que em determinados locais forma algumas cascatas; conta com a diversidade de 60 espécies vegetais, três espécies de serpentes, diversos pássaros, répteis e animais encontrados na caatinga, como o macaco-prego, o mocó e o preá.

De acordo com o SNUC, a classificação na categoria de parque tem como objetivo promover a preservação de um ecossistema natural de grande relevância ecológica e beleza cênica, possibilitando a realização de pesquisas científicas e o desenvolvimento de atividades educativas, recreativas e turísticas em contato com a natureza.

Para criar uma UC municipal, a prefeitura precisa detectar áreas com fauna e flora conservadas; delimitar a área; estudos de identificação da fauna, flora, relevo, vegetação, aspectos físicos, bióticos e socioeconômicos do local; elaborar a proposta científica; apresentar e adequar a proposta por meio de uma consulta pública. Após a aprovação do projeto pela comunidade, a proposta é submetida à Câmara Municipal, que pode aprová-la por meio de lei, ou submetida à prefeitura, que pode aprová-la por meio de decreto.

galeria de fotos seta

* campos obrigatórios

  • Enviar »

@primeiraedicao seta

anterior proximo
  • irineu

    Multas: ultrapassagem proibida terá multa de até R$ 1.915,40 http://t.co/GJPnb5zsY2 via @primeiraedicao

  • Pr.Pedro Euripedes

    Multas: ultrapassagem proibida terá multa de até R$ 1.915,40 http://t.co/TJlAqakwMt vía @primeiraedicao

  • João Gomes

    Multas: ultrapassagem proibida terá multa de até R$ 1.915,40 http://t.co/iZDJJGEzO0 via @primeiraedicao

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Primeira Edição © 2011

Plus! Agência Digital