Adoção especial: após intenso tratamento, protetoras procuram lar para cão paralítico

Galêgo foi atropelado na Mangabeiras, em Maceió, e passou dias na rua sangrando e se arrastando. Protetores de Animais o recolheram e trataram, agora animal busca uma adoção especial

23/07/2012 08:19

A- A+

Jessica Pacheco

compartilhar:

“Uma adoção especial” é assim que é denomina da busca das protetoras de animais Monique Taciane e Sandra Menezes para encontrar um lar permanente para ‘Galêgo’. O cão foi atropelado, teve fratura na coluna e agora está paralítico, por isso ele precisa de donos tão especiais quanto ele.

“Ele anda com dificuldade e usa fraldas, mas já passou por tratamente veterinário e está saudável”, explicou a protetora animal, Monique Taciane. “O Galêgo tem problemas e por isso tem que ser adotado por alguém que o ame, é um animal especial”, completou Sandra Menezes, protetora que o resgatou da rua.

Gâlego foi atropelado no bairro da Mangabeira e por vários dias ficou na rua sangrando e se arrastando em três patas. “Ninguém o ajudou”, lamentou Monique. A protetora Sandra Menezes encontrou o animal e o levou à Clínica Animais.com.

De acordo com o laudo do veterinário, Galêgo teve fratura na coluna, estava com um pequeno tumor e o ânus ferido, provavelmente, por está se arrastando. O animal sentia muitas dores, mas graças a protetora e o veterinário o animal já está recuperado e agora precisa encontrar um novo lar para dar uma segunda chance de vidal.

Enquanto não surge uma adoção para o Galêgo, ele continua sob os cuidados da protetora Sandra Menezes, que já vem arcando com suas despesas veterinária, mas que precisa de ajuda para manter o animal. Além de fraldas, Galêgo precisa também de uma cadeirinha de rodas para se locomover com maior facilidade, quem puder ajudar ou tiver interesse em adotar o Galêgo, basta entrar em contato com Monique Taciana através dos números (82)8815-9099 e (82) 9934-9099, ou através do email moniquetaciane@hotmail.com.
 

galeria de fotos seta

Primeira Edição © 2011