Rádio Primeira Edição - Ouça agora!

notícias > Entretenimento setas

Ex-paquita não consegue ter filho de volta

Em passeio no Cristo Redentor, Luise Wischermann fala da rotina carioca do menino, que mora no Canadá e passa férias com ela no Brasil.

12/07/2012 14:08

A- A+

G1

compartilhar:

Marcos Serra Lima/EGO

Luise Wischermann com o filho, Oliver, no Cristo Redentor

Grudada no filho Oliver desde que ele chegou do Canadá, há um mês, a ex-paquita Luise Wischermann está aproveitando cada momento. O menino de seis anos está passando férias com a mãe e, pela primeira vez, subiu o Trem do Corcovado rumo ao Cristo Redentor.

Dentro do trenzinho, o menino cantarola o refrão de “Glad you came”, do grupo The Wanted, que bem poderia ser a trilha sonora dos dois: “My universe will never be the same/ I'm glad you came” (“Meu universo nunca será o mesmo/Estou feliz que você veio”).

Procurando macaquinhos entre as árvores, Oliver parece feliz de estar perto da mãe. Os dois demonstram bastante sintonia, brincam e fazem carinho um no outro. “Oliver é muito protetor comigo, cuida de mim. Sabe que quando ando muito, fico cansada e preciso parar. Ele diz: ‘Don’t worry, mom’” (“não se preocupe, mãe”), conta Luise, que descobriu há seis anos que sofre de esclerose múltipla.

A ex-paquita ainda tem esperanças de que o filho more com ela no Brasil. No momento, ele vive em Toronto com o pai, um designer canadense, e vem passar as férias escolares com a mãe. “Gostaria que o Governo se envolvesse, pois o Oliver é brasileiro, nascido no Rio de Janeiro”.

Luise chegou a pedir ajuda para a amiga Xuxa, que encaminhou um pedido especial para a presidente Dilma e para o Ministério das Relações Exteriores. “Mas não adiantou. Não tivemos resposta”.

A rotina carioca de Oliver

Durante o passeio no Cristo, Oliver se encanta com as paisagens cariocas, os barcos em alto-mar, o jóquei e o helicóptero que ronda a estátua. De olho no menino, que corre de um lado para o outro, Luise conta que o colocou em uma tradicional escola do Rio, para ele conhecer outras crianças e treinar o português. Oliver também está praticando jiu-jitsu em uma academia da família Gracie e já está bastante adaptado ao estilo de vida carioca.

“Ele adora ir à praia e também velejar com meu namorado, Felipe. Tem até prato preferido, arroz com feijão”, diz ela, que admite que Oliver também tem uma vida feliz no Canadá.
“Ele tem o melhor dos dois mundos. Mas lá o pai e a madrasta trabalham o dia inteiro, comem comida congelada. Fora que é difícil saber que outra mulher está tomando conta do meu filho”, diz, emocionada.

Depois de rodearem todo o Cristo, mãe e filho param em frente à capelinha. “Vamos fazer um pedido?”, ela diz para Oliver. “Uma vez ele ganhou uma fitinha do Senhor do Bonfim e fez um pedido, baixinho. Quando perguntei qual era, ele disse: 'não posso contar, mamãe. Senão não consigo vir morar aqui'”.

Palestras sobre superação

Enquanto curte a presença de Oliver, Luise também toca seus projetos. Apresentadora do programa “Superação”, exibido na Net e na internet, ela também vai começar a dar palestras sobre sua história de vida.

A primeira será no dia 25 de julho, às 19h, no Instituto Bennet, no Flamengo, Zona Sul do Rio. Logo depois, em agosto, Oliver volta para o Canadá.

“Cada despedida é muito difícil. Na última vez, quando ele percebeu que ia partir, me olhou desesperado. Eu me fiz de forte, mas quando ele foi embora, chorei tanto que caí no chão”, diz.

* campos obrigatórios

  • Enviar »

@primeiraedicao seta

anterior proximo
  • João Julio da Silva

    ALE deve recolher contribuições sindicais de seus servidores http://t.co/x9v053z6Z2 via @primeiraedicao

  • João Julio da Silva

    Foragido da justiça de Pernambuco é preso pela PM no Santos Dumont http://t.co/oSJ9jxAYU4 via @primeiraedicao

  • João Julio da Silva

    O JORNAL Jota Julio já saiu! http://t.co/wG2hCZpGuT Graças a @gazetaweb @ExtraAlagoas @PrimeiraEdicao

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Primeira Edição © 2011

Plus! Agência Digital