Alvaro Dias comete gafe e troca PSDB por PMDB na convenção de Serra

25/06/2012 05:53

A- A+

Jornal Floripa

compartilhar:

Representando o PSDB nacional na convenção que oficializa a candidatura de José Serra a prefeito de São Paulo, o senador Alvaro Dias (PSDB) confundiu o nome de seu partido em discurso e disse que o PMDB atuaria para eleger o ex-governador.

O PMDB tem candidato próprio na disputa pela prefeitura paulistana: o deputado federal Gabriel Chalita, também oficializado neste domingo.

Em sua fala, Dias fez duras críticas ao principal adversário de Serra, o petista Fernando Haddad, a quem chamou de candidato do "oficialismo".

"É a experiência administrativa fracassada, um Ministério da Educação que deixa um legado dramático. Legado de mentira, de falsificação e de incompetência, de lambanças na gestão da educação", afirmou.

Para Dias, a eleição será nacionalizada. "Não há como não considerar esse problema nacional, pela presença dessa liderança de expressão nacional que é o Serra e pelo interesse do governo federal pela eleição de São Paulo".

O PSDB realiza hoje a convenção que oficializa José Serra como a prefeito de São Paulo, no ginásio Mauro Pinheiro, no Ibirapuera.

O evento toca nos intervalos entre os discursos jingle lançado hoje, versão do hit "Eu quero tchu, eu quero tchá", da dupla João Lucas e Marcelo, que diz em seu refrão: "Eu quero Serra, eu quero é já!".

O partido reeditou também um boneco de Serra a exemplo do Kassabinho, marca da campanha de reeleição do prefeito Gilberto Kassab em 2008.

Primeira Edição © 2011