Rádio Primeira Edição - Ouça agora!

notícias > Esporte setas

Roger acerta saída do Cruzeiro e se emociona

Após dois anos e meio, meia rescinde de forma amigável com a Raposa e fala em voltar no futuro, mas em outra função

19/06/2012 23:37

A- A+

GLOBOESPORTE.COM

compartilhar:

Globoespoerte.com

Roger não é mais jogador do Cruzeiro. Após reunião com a diretoria na Toca da Raposa II, o meia acertou a rescisão do contrato, que tinha duração até dezembro deste ano. A saída foi amigável, decidida em comum acordo com o clube.

O diretor de futebol celeste, Alexandre Mattos, agradeceu pelos dois anos e meio em que o atleta esteve no Cruzeiro. Roger se emocionou e não conteve as lágrimasna despedida.

- É com muito pesar que eu estou aqui hoje. É difícil tomar esta decisão. Quando vim para o Cruzeiro, tinha dito que era um sonho vestir essa camisa. Vivi intensamente esse sonho, mas, infelizmente, hoje é o dia de acordar. Vivi grandes momentos aqui. Sou muito grato ao povo mineiro, que me abraçou de maneira carinhosa. Fui muito feliz em Belo Horizonte.

Com proposta do Sport, Roger disse que ainda não decidiu sobre seu futuro. No entanto, o meia, que completa 34 anos em agosto, deixou claro que pensa em voltar ao Cruzeiro um dia.

- Tudo tem início, meio e fim. Sou um cara muito emotivo e gosto de viver minha vida com muito amor. Falamos sobre a renovação do contrato no início do ano, mas essa conversa não evoluiu. Neste tempo em que fiquei machucado, conversamos para resolver logo. Não seria justo comigo nem com o Cruzeiro ficar aqui seis meses sem poder dar meu melhor.

Como passei a amar essas cores e esse clube, achamos que o melhor caminho a ser tomado seria estancar esse vínculo para que tivesse as portas do Cruzeiro sempre abertas.

Quem sabe um dia volto para exercer uma outra função, já que deixo muitos amigos aqui.

Roger estreou pelo clube em fevereiro de 2010, em um clássico com o Atlético-MG. Na oportunidade, entrou no segundo tempo, fez um gol e deu passe para outro, de Leonardo Silva. O Cruzeiro venceu por 3 a 1, e o jogador agradou, de primeira, à torcida, que sempre lhe rendeu tratamento de ídolo.

Porém, problemas de relacionamento com o técnico Cuca e, principalmente, com o meia Gilberto estremeceram sua situação no clube. Os desafetos deixaram o Cruzeiro, e Roger, apoiado pelos torcedores, permaneceu.

Duas expulsões, no entanto, colocaram uma dúvida na cabeça dos cruzeirenses. Na eliminação da Taça Libertadores de 2011, diante do Once Caldas, da Colômbia, e na saída da Copa do Brasil deste ano, diante do Atlético-PR, Roger recebeu cartão vermelho por faltas duras e simulações ainda no primeiro tempo das partidas.

Pelo Cruzeiro, Roger esteve em campo em 99 jogos e fez 12 gols. Faltou muito pouco para completar a centésima partida com a camisa celeste.
 

* campos obrigatórios

  • Enviar »

@primeiraedicao seta

anterior proximo
  • Patricia Calderon

    Paul McCartney se posiciona contra independência da Escócia http://t.co/kTASsoBPsu via @primeiraedicao

  • João Julio da Silva

    Clínica e estabelecimentos comerciais são alvos da criminalidade em Maceió http://t.co/4m35MdbdVw via @primeiraedicao

  • João Julio da Silva

    Criminosos disparam projéteis de armas de fogo ao chegar em bar http://t.co/Xz3SqKBwg6 via @primeiraedicao

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Primeira Edição © 2011

Plus! Agência Digital