Suplência de vereadores é revogada depois da soltura de titulares

Suplentes foram afastados depois que cinco dos vereadores presos foram soltos

13/06/2012 12:03

A- A+

Redação

compartilhar:

Cinco dos sete vereadores suplentes que haviam tomado posse na segunda-feira (11), foram afastados nesta quarta-feira (13) pelo presidente da Câmara de Vereadores de Rio Largo, Reginaldo Cavalcante. A decisão foi tomada depois da soltura de cinco dos vereadores que estavam presos desde o dia 17 de maio, em uma operação deflagrada pelo Grupo Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gecoc), em cumprimento dos mandados de prisão expedidos pela 17ª Vara Criminal. (Relembre o caso)

O despacho de Cavalcante atende a determinação judicial da Comarca de Rio Largo.

Os vereadores beneficiados são Aurízio Esperidião da Hora, Cícero Inácio, Jefferson Alexandre Cavalcante, Ionaide Cardoso Martins e Milton José Pontes Filho. Eles tiveram a prisão revogada pela 17ª Vara.

Dos suplentes que tomaram posse na segunda - Emerson José Barbosa, José Alves de Farias, Aloísio Correia Torres, Cícero Almeida Albuquerque, Maria Elielza dos Santos, Reginaldo dos Alves Filho e Ana Paula de Moura -, apenas Alves e Barbosa permanecem nos cargos.

Nesta quinta-feira (14) deve acontecer a primeira sessão ordinária na Câmara depois das prisões e, os vereadores soltos devem reassumir seus cargos.
 

Primeira Edição © 2011