Sempre com sono? Você pode estar sofrendo de “jetlag” social

A diferença entre seu relógio biológico e o social – seu despertador – foi denominada por pesquisadores alemães como “jetlag social”

26/05/2012 08:26

A- A+

O que eu tenho

compartilhar:

A diferença entre seu relógio biológico e o social – seu despertador – foi denominada por pesquisadores alemães como “jetlag social”. Estar sempre com sono e cansado, dormir tarde e acordar cedo ou acordar sem motivo no meio da noite são alguns dos sinais.

“Trata-se de uma discrepância crescente entre o tempo diário do relógio fisiológico e o relógio social [aproximadamente uma hora]. Como resultado deste jetlag social, as pessoas estão cronicamente com o sono atrasado. Eles também são mais propensos a fumar, a ingerir mais álcool e cafeína”, explica Till Roenneberg, principal autor do estudo.

O jetlag é um problema enfrentado por viajantes que saem de um fuso horário para outro. Ao viajar do Brasil para Portugal, por exemplo, passa-se por 3 fusos, ou seja, 3 horas de diferença. Isso compromete o sono noturno e leva-se alguns dias para se adaptar aos novos horários

Jetlag e obesidade

Seguindo a tendência de que o sono e controle de peso estão intimamente ligados, em um novo estudo, o pesquisador e sua equipe da Universidade de Munique, na Alemanha, mostra que a condição aumenta o risco para a obesidade.

O pesquisador estuda padrões de sono há pelo menos dez anos. Todas as informações dos participantes, incluindo altura, peso, além dos padrões de sono, foram compilados em um grande banco de dados que, segundo o autor, serão usados para produzir um mapa mundial do sono.

Uma análise destes dados, divulgados no periódico Current Biology, mostra que as pessoas com níveis mais graves de jetlag social são mais propensas a ter excesso de peso. Em outras palavras, viver “contra o relógio” é um fator que contribui para a epidemia de obesidade, salienta o autor.

Dormindo cada vez mais tarde

Para Roenneberg, os resultados devem pesar nas decisões sobre o horário de verão, além dos horários escolares e de trabalho. Isto porque, explica, ao passar menos tempo ao ar livre sob a luz do sol – ou pelo menos próximo à uma janela – nosso relógio biológico desregula e atrasa. E é por este motivo que vamos dormir cada vez mais tarde e, consequentemente, ficamos mais cansados e com sono durante o dia.

“Acordar com um despertador é algo relativamente novo”, diz. “Significa simplesmente que não temos dormido o suficiente e esta é a razão pela qual estamos cronicamente cansados. Uma boa noite de sono ou dormir o suficiente não significa desperdício de tempo, mas uma garantia para um melhor desempenho no trabalho ou na escola e mais diversão com os amigos e familiares durante as horas livres”. E uns quilos a menos também.

Primeira Edição © 2011