Governo vai ampliar e modernizar Polo Industrial em Marechal Deodoro

Com apoio do setor empresarial e instituições, obras de infraestrutura vão fortalecer complexo

27/04/2012 05:52

A- A+

Assessoria

compartilhar:

O Governo do Estado, por meio da Secretaria do Planejamento e do Desenvolvimento Econômico (Seplande), vai dinamizar a ampliação e modernização do Polo Multissetorial Industrial José Aprígio Vilela, em Marechal Deodoro. A viabilização do projeto foi discutida nesta quinta-feira (26) pelo secretário Luiz Otavio Gomes e o vice-presidente de vinílicos da Braskem, Marcelo Cerqueira, e diretores da empresa.

O estudo prevê a modernização das áreas A e B do Polo, buscando melhorias na parte estrutural, como acessos, pavimentação, iluminação e segurança. Também estão inseridas no projeto a aquisição e exploração de novas áreas para a ampliação do Polo José Aprígio Vilela, fator que vai garantir a atração de novos empreendimentos, além da expansão de indústrias já existentes.

“O Polo José Aprígio Vilela, grande centro da Cadeia Produtiva da Química e do Plástico, é uma referência para todo o Brasil. É um entendimento tanto do Governo do Estado, como do setor empresarial que existe a necessidade de fortalecer esse complexo industrial para que novos empreendimentos sejam prospectados em Alagoas”, destacou Luiz Otavio Gomes.

De acordo com o secretário do Planejamento e do Desenvolvimento Econômico, além do Governo do Estado, a Federação das Indústrias do Estado de Alagoas (Fiea), o Sindicato da Indústria do Plástico de Alagoas (Sinplast) e a Braskem estarão integradas na implantação desse projeto.

“Vamos buscar experiências exitosas e detectar pontos fortes em outros polos empresariais para que possamos levar as melhorias ao Polo José Aprígio Vilela. O complexo já é um grande fator de atração para os empresários de todo o País, e com a sua ampliação e modernização, o rol de grandes empresas presentes no Polo será ainda maior”, pontuou o vice-presidente de vinílicos da Braskem, Marcelo Cerqueira.

A empresa está integrada ao projeto por ser a grande âncora para outros empreendimentos da cadeia químico-plástica alagoana. Com investimentos na ordem de R$ 1,1 bilhão, a Braskem entrega até o mês de julho sua nova planta industrial de PVC, que já está em fase inicial de testes. Durante a reunião, o vice-presidente revelou que o governador Teotonio Vilela Filho vai visitar o canteiro de obras da nova fábrica no dia 14 de maio.

Primeira Edição © 2011