Rádio Primeira Edição - Ouça agora!

notícias > Negócios setas

Escola técnica de Alagoas capacitará profissionais de 7 mil estabelecimentos de Saúde

Residência Saúde, que atua em 23 estados, fechou convênio com a Fenaess para qualificar através da educação à distância

24/04/2012 16:22

A- A+

Assessoria

compartilhar:

Assessoria

Dr.Humberto Gomes e Hélio Laranjeiras

A Escola Técnica Residência Saúde de Alagoas, que ministra vários cursos à distância, tanto na área de formação e qualificação profissional, como de educação de jovens e adultos (eja), vai capacitar técnicos de 20 sindicatos de estabelecimentos de saúde em todo o país, a partir de uma rede de educação à distância criada numa parceria com a Federação Nacional de Estabelecimentos de Serviços de Saúde (Fenaess), segundo confirmou o presidente da entidade, Humberto Gomes.

Depois de visitar o complexo de estúdios e o polo de educação da Residência Saúde em Maceió, Humberto Gomes e a diretoria da federação anunciaram a parceria que será oficializada até o final do próximo mês de maio. “A ideia é abrirmos canais de transmissão exclusivos com a chancela da Fenaess. Teremos um canal destinado para a área assistencial, outro para a área de gestão, e assim por diante. Os próprios sindicatos ou hospitais poderão ser pólos de ensino da rede", enfatizou o diretor-presidente da empresa, Hélio Laranjeiras, confirmando que os cursos serão iniciados em mais 30 dias.

"Membros do Conselho Deliberativo da Fenaess estiveram aqui em Maceió, conheceram o nosso complexo de estúdios e o nosso pólo de educação e fechamos esse trabalho que vai levar conhecimento de qualidade a milhares de profissionais em vários locais deste país", acrescentou Hélio. "O presidente da federação, Humberto Gomes de Melo, conheceu o nosso trabalho e fez questão de mostrar a excelência de uma iniciativa alagoana para outros Estados", reforçou.

Os cursos serão ministrados por meio de vídeoaulas transmitidas via satélite para os pólos de ensino nos estados, formados por salas dotadas de antena, codificador, projetor e sistema de som, onde os alunos se reúnem para acompanhar as aulas. Os estudantes terão o suporte da internet, onde é possível interagir com o tutor por meio de salas de bate-papo, fóruns e até mesmo recuperar aulas já realizadas.

O convênio beneficiará 7 mil estabelecimentos de saúde e clínicas em 20 estados brasileiros. “A nossa rede já está implantada em 23 estados e a Fenaess é mais um cliente importante desse trabalho que gera educação e promove a cidadania através da qualificação profissional”, afirmou Hélio.

Depoimentos

O presidente da Federação Brasileira de Hospitais e do Sindicato dos Hospitais do Ceará, Luiz Aramicy Pinto, destacou a abrangência da iniciativa. “Esta decisão da Fenaess beneficiará profissionais de realidades distintas, abrangendo desde o que atuam em grandes centros e metrópoles do País até os de comunidades distantes”, enfatizou Luiz Aramicy.

E acrescentou: “Esta iniciativa do Dr. Humberto Gomes de Melo se encaixa perfeitamente na realidade atual do País, onde temos estados construindo unidades hospitalares, que precisarão de profissionais qualificados. Ou seja, temos uma grande demanda por qualificação”.

Já Manoel Carneiro, superintendente do Sindhosp do Espírito Santo, acredita que os sindicatos devem priorizar a educação continuada dos profissionais que trabalham em hospitais, clínicas e laboratórios. “Precisamos investir no pós-técnico”, reforçou Carneiro, lembrando que esta ferramenta permitirá que grandes e pequenos estabelecimentos tenham acesso à mesma qualidade de ensino.

* campos obrigatórios

  • Enviar »

@primeiraedicao seta

anterior proximo

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Primeira Edição © 2011

Plus! Agência Digital