Rouco, Lula elogia Marinho e fala de campanha dentro de '15, 20 dias'

14/04/2012 16:33

A- A+

Repórter Diário

compartilhar:

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva fez seu primeiro discurso em público desde que recebeu alta médica do tratamento de câncer na laringe, neste sábado em São Bernardo. Prestigiando a inauguração do primeiro CEU (Centro Educacional Unificado) do município, Lula demonstrou forte rouquidão ainda em decorrência dos meses de quimioterapia e radioterapia aos quais se submeteu desde outubro do ano passado.

Assim que iniciou a fala, o ex-presidente afirmou que “se tivesse juízo não estaria falando”, mas que aguarda entre duas a três semanas para retomar o trabalho de cabo eleitoral aos petistas, em especial, de São Paulo. Em rápidos sete minutos, Lula – mesmo dando claros sinais de desgaste físico – afirmou que retornará à agenda partidária.

“Espero que de 15 a 20 dias eu esteja apto para me dirigir aos companheiros e companheiras deste Brasil afora e para nosso partido continuar crescendo e elegendo pessoas como o Marinho, o Fernando Haddad, como o Oswaldo (Dias), como o (Mário) Reali, como o (Carlos) Grana e tantos outros que temos que eleger no Brasil inteiro”, disse, em referência aos demais prefeitos e pré-candidatos do PT na região.

Ele ainda elogiou o mandato do prefeito de São Bernardo, Luiz Marinho, citando-o como o melhor chefe do Executivo são-bernardense da história. “Estamos diante do homem que mais fez pela cidade”, disse. Ao mencionar a inauguração do CEU, o ex-presidente da República exaltou a presidente Dilma Rousseff, comparando a própria trajetória política com a da pupila.

“Ela, como um operário provou que não precisava de uma pilha de diplomas para governar o país, vai provar que a mulher não é inferior a ninguém”, disse.

Afagos – a cerimônia contou com as presenças do ex-ministro da Educação, Fernando Haddad, e da senadora Marta Suplicy. Apesar do clima de breve rivalidade por conta da escolha do pré-candidato petista à Prefeitura de São Paulo – a qual Haddad foi escolhido – ambos trocaram “afagos” durante seus respectivos discursos aos moradores da Vila do Tanque.

“Quem comprou uma briga e criou o CEU foi ela. Muitos prefeitos, hoje, estão se inspirando em você para criar CEUs pelo país”, disse Haddad, em referência à gestão de Marta na Capital, quando criara os primeiros equipamentos similares ao que fora inaugurado neste sábado (14).

Dando sinais de trégua em relação à recente rixa eleitoral, a senadora afirmou que, ao lado de Lula, estará com Haddad nas eleições, poucos antes de criticar duramente a atual administração paulistana. “O PT tem que voltar à Prefeitura de São Paulo. Não vamos mais aceitar a mediocridade absoluta, o abandono dos CEUs”, criticou. Durante o evento, ambos trocaram breves palavras, mas não deram sinais de animosidade.

Primeira Edição © 2011