Militar acusado de massacre no Afeganistão será indiciado por 17 mortes

23/03/2012 06:01

A- A+

Agência Brasil

compartilhar:

Acusado de matar 17 civis, inclusive crianças, na região de Kandahar, no Afeganistão, o sargento do Exército dos Estados Unidos Robert Bales vai ser indiciado pelos assassinatos, segundo autoridades norte-americanas. Além das 17 acusações de assassinato, o sargento Robert Bales deve enfrentar seis acusações de agressão e de tentativa de assassinato. A informação divulgada inicialmente se referia a 16 mortes, mas, agora, as autoridades norte-americanas falam em 17.

O crime ocorreu no último dia 11. Bales é acusado de matar nove crianças e oito adultos durante a noite enquanto estavam em casa. Os assassinatos foram cometidos em dois vilarejos, no Sul do Afeganistão. As mortes provocaram uma onda de protestos contra a ocupação norte-americana.

O advogado de Bales, John Henry Browne, disse que o militar está traumatizado pela morte de um colega e vinha sendo enviado para a frente de combate com muita frequência. Após o massacre, o militar foi enviado pelas autoridades norte-americanas para uma prisão no Kansas.

No Afeganistão, extremistas juraram os norte-americanos de morte. O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, pediu desculpas pelo ocorrido e prometeu tomar providências. Houve protestos em várias cidades afegãs.

Primeira Edição © 2011